Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
8

À descoberta dos segredos da região Centro

Entre serras e cidades, conheça as aldeias de xisto, paisagens deslumbrantes, propostas culturais diversas, ricos sabores e muito mais.
Gonçalo Silva 16 de Outubro de 2018 às 19:31
As Aldeias do Xisto, da serra da Lousã, são um dos encantos do Centro do país
Jazz faz-se ouvir em vários pontos da cidade de Coimbra
Restaurante O Burgo fica numa zona tranquila, junto à Praia Fluvial da Senhora da Piedade e próximo do Castelo da Lousã.
Botânico de Coimbra
As Aldeias do Xisto, da serra da Lousã, são um dos encantos do Centro do país
Jazz faz-se ouvir em vários pontos da cidade de Coimbra
Restaurante O Burgo fica numa zona tranquila, junto à Praia Fluvial da Senhora da Piedade e próximo do Castelo da Lousã.
Botânico de Coimbra
As Aldeias do Xisto, da serra da Lousã, são um dos encantos do Centro do país
Jazz faz-se ouvir em vários pontos da cidade de Coimbra
Restaurante O Burgo fica numa zona tranquila, junto à Praia Fluvial da Senhora da Piedade e próximo do Castelo da Lousã.
Botânico de Coimbra
Sabores de outono, doces tradicionais, concertos, paisagens deslumbrantes e aldeias perdidas no tempo. Nesta altura do ano, há várias sugestões para visitar a região centro.

No meio das serras há lugares mágicos, com paisagens deslumbrantes e muita tranquilidade. Já as cidades oferecem programas culturais diversificados. As Aldeias do Xisto levam o visitante ao passado. Na serra da Lousã há vários locais que cativam como as aldeias de Gondramaz, Talasnal ou Cerdeira.

Descobrir estas aldeias e a serra da Lousã é embrenhar-se numa vegetação luxuriante por onde espreitam veados, corços, javalis e muitas outras espécies. Aqui reina a natureza. As casas em pedra são verdadeiros monumentos de uma arquitetura popular ancestral. Aldeias que se viram quase sem habitantes até à chegada dos turistas que procuram tranquilidade e redescobrir a vida no interior.

Filmes rodados nas aldeias do Centro atraem turismo
Com o objetivo de promover vários locais da região centro, realizadores e produtores de países como África do Sul, Brasil, Espanha, Holanda, Índia, Irão, Japão e Paquistão vão filmar pequenos filmes promocionais ao longo deste mês.

Os trabalhos serão obrigatoriamente rodados em aldeias do Centro de Portugal integradas nas redes das Aldeias Históricas de Portugal e das Aldeias do Xisto. Todos os trabalhos realizados serão apresentados no Festival ART&TUR, que se realiza em Leiria, de 23 a 27 de outubro. 

Jazz faz-se ouvir em vários pontos da cidade de Coimbra
Nos seus 15 anos, o Festival Jazz ao Centro volta a abraçar a diversidade e a riqueza na abordagem ao jazz. De 17 a 27 de outubro o jazz vai ouvir-se em vários pontos da cidade de Coimbra. Do Museu Nacional Machado de Castro, onde tem lugar o concerto inaugural (no próximo dia 17) até aos Colégios da rua da Sofia, onde terão lugar vários concertos de entrada gratuita (a 26 de outubro).

Pelo meio, o festival vai andar entre o Convento de São Francisco, em Santa Clara, e o Salão Brazil, na Baixa de Coimbra. Haverá ainda miniconcertos nos autocarros que percorrem a cidade e nas respetivas paragens, uma aproximação a públicos diversos, muitos deles desconhecedores deste género musical. Já no centro histórico de Coimbra, no dia 26, das 17h30 às 24h00, o jazz será o ritmo de quem passa nas ruas.

Sylvie Courvoisier & Mary Halvorson, Corda Bamba, LAN Trio, Carla Bley Trio, Lokomotiv, André Fernandes ‘Centauri’ e Fragoso Quinteto são alguns dos nomes que vão animar as noites na cidade dos estudantes. Alguns dos concertos são de entrada gratuita. Nos espaços fechados os preços dos bilhetes variam entre os sete euros e os dez euros. 

Doces para todos os gostos
É um dos fins de semana mais calóricos e saborosos que pode encontrar na região centro do país. De 26 a 28 de outubro, Abrantes recebe a 17.ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional.

São dezenas de doces de todo o País que fazem cair o visitante em tentação. Palha de Abrantes, Tigeladas, Toucinho do céu, Sericaia, Bolo Fidalgo, Morgado do Alentejo, Malassadas, Brisas do Tâmega, Queijadas de S. Gonçalo, Pastéis de Tentúgal, Ovos moles de Aveiro e Pão de Ló de Ovar são apenas alguns exemplos.

O evento realiza-se no largo 1.º de Maio, no centro histórico da cidade, e conta com entrada livre. Como não vai conseguir resistir, terá de pagar depois o que consumir e levar para casa. 

A cozinha regional e com sabor 
Junto às piscinas naturais da Lousã, O Burgo dedica-se à cozinha regional. Um restaurante que respeita as tradições gastronómicas locais, mas que também oferece pratos diversificados e imaginativos. Um dos exemplos é o Cozido na Broa. Um prato inspirado na aldeia do xisto do Talasnal, que conta com os ingredientes de um cozido dentro da broa. Um prato que faz lembrar um hambúrguer gigante, mas de cozido.

O visitante também poderá provar o cabrito no alguidar, os sarriscos da matança, o javali com castanhas, bacalhau com migas, chanfana de cabra  ou o veado com tortulhos. Para sobremesa o requeijão com doce de abóbora ou Tigelada estão entre as possíveis escolhas. A decoração das salas é feita com objetos tradicionais, referências à caça e à região serrana da Lousã.

Nos trilhos da castanha
Com o outono chega também um dos frutos mais apreciados: a castanha. De 20 a 21 de outubro a Aldeia das Dez, em Oliveira do Hospital, organiza a XVI Festa da Castanha. Uma oportunidade para o visitante conhecer a aldeia e as suas vivências, em contacto com a população local. Aqui haverá tempo para um magusto e uma bebida. O convívio em torno do magusto é já uma tradição da aldeia Beirã.

Já em Sernancelhe, o visitante poderá passear pelos soutos, entre os castanheiros, e assim apreciar a beleza da estação. Outra das vantagens é entrar em contacto com quem trabalha com os ‘ouriços’ na apanha das castanhas, um trabalho ancestral com grande relevo para a economia local.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)