Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
6

Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza

Junto à cidade de Coimbra é possível descansar e desfrutar da natureza num conceito ‘City & Nature’.
Gonçalo Silva 25 de Janeiro de 2019 às 18:08
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Casa centenária onde se produzia arroz recebe turistas na natureza
Oryza significa arroz em latim. Um cereal que marca a história e a atividade agrícola dos terrenos de cultivo do Baixo Mondego. Da preservação de uma casa centenária dedicada à produção de arroz nasceu, em setembro do ano passado, perto de Coimbra, o projeto Oryza Guest House & Suites.

Um alojamento que conta com uma arquitetura com detalhes e materiais relevantes, com respeito pelos antepassados históricos do imóvel. Pavimentos, revestimentos e tectos foram preservados e peças de mobiliário da época restauradas.

Expostas estão coleções particulares com vários elementos da atividade agrícola, arquivos, coleções fotográficas e ferramentas de trabalho. A aposta é num conceito ‘City & Nature’, num espaço onde se pode descansar e desfrutar da natureza.

Um regresso ao passado com todas as comodidades do presente. A unidade oferece cinco suites com tipologias diferentes. O pequeno-almoço com produtos caseiros - compotas, sumos biológicos feitos na hora e com fruta da quinta - são alguns dos ‘mimos’.

O espaço exterior é diferenciador e o terreno agrícola está a ser preparado para que os visitantes possam ter um contacto mais genuíno com a natureza. Os preços variam entre os 60 e os 90 euros. 

ONDE COMER E O QUE FAZER
Miradouro. Do Convento de Santa Clara-a-Nova o visitante tem uma vista deslumbrante para a cidade e torre da universidade. A igreja vale uma visita. 

O Café Santa Cruz, na antiga Igreja de São João de Santa Cruz, é uma das paragens obrigatórias na cidade dos estudantes. Aproveite para conhecer a Baixa. 

Restaurante. O ‘Cantinho dos Reis’ é um dos espaços obrigatórios a conhecer em Coimbra. Comida caseira e doses generosas cativam quem visita.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)