Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
7

Foz do Arelho, a praia como atração

Beleza natural vale passeio até à região centro do País.
Francisco Gomes 14 de Maio de 2018 às 17:59
Pela margem da Lagoa é possível realizar um percurso até à freguesia vizinha de Nadadouro
Um palacete que data do início do século XX está agora transformado numa luxuosa e moderna moradia. É uma atração nesta zona de praia
Passadiços de madeira permitem percorrer as arribas e contemplar a deslumbrante vista
O Penedo Furado é um monumento geomorfológico que remonta ao Período Jurássico
Pela margem da Lagoa é possível realizar um percurso até à freguesia vizinha de Nadadouro
Um palacete que data do início do século XX está agora transformado numa luxuosa e moderna moradia. É uma atração nesta zona de praia
Passadiços de madeira permitem percorrer as arribas e contemplar a deslumbrante vista
O Penedo Furado é um monumento geomorfológico que remonta ao Período Jurássico
Pela margem da Lagoa é possível realizar um percurso até à freguesia vizinha de Nadadouro
Um palacete que data do início do século XX está agora transformado numa luxuosa e moderna moradia. É uma atração nesta zona de praia
Passadiços de madeira permitem percorrer as arribas e contemplar a deslumbrante vista
O Penedo Furado é um monumento geomorfológico que remonta ao Período Jurássico
A dez quilómetros das Caldas da Rainha encontramos um cenário paradisíaco na praia da Foz do Arelho, onde mesmo fora do verão há muitos atrativos. Aliás, é no período em que a estância balnear ainda não está repleta que se pode visitar a vila sem a agitação do habitual grande movimento da época estival.

A paisagem é deslumbrante, graças ao espelho de água daquela que é considerada uma das maiores lagoas da Europa, que vai desembocar no mar. O primeiro ponto de paragem são os miradouros, começando pelo que se situa junto da rotunda da extinta discoteca Green Hill, onde se pode contemplar o oceano e as Berlengas. Passadiços de madeira permitem percorrer as arribas ao longo de 800 metros e contemplar a vista incrível.

Quer se opte por continuar a pé ou, então, seguir de carro, chegar-se-á até à praia do mar, onde se pode descer por escadinhas junto a uma hospedaria que abriu portas em 1910 como um hotel requintado e que recentemente foi transformado em guesthouse, preservando a arquitetura e design da época.

A praia é ladeada por uma longa avenida marginal, ocupada por restaurantes e cafés, cujas esplanadas convidam a permanecer, tendo o mar e o areal como cenário. Nos restaurantes, os pratos de marisco e peixe cativam os clientes.

Ainda na mesma zona, um palacete construído no início do século passado e agora transformado numa luxuosa e moderna moradia é atração. Não se pode entrar porque é propriedade privada, mas quem tiver máquina fotográfica deve captar a imagem do chalé que foi habitado pela viscondessa Teresa Moraes, que morreu em 2011, com 105 anos.

Uma série televisiva chegou a usar o espaço como escola de artes.

Festa com baile e autocaravanas   
A festa da vila vai decorrer entre 15 e 17 de junho, com baile, encontro nacional de autocaravanas, aula de zumba, almoço, procissão noturna na Lagoa de Óbidos e caminhada pelas ruas da freguesia para conhecer a história da localidade, numa organização da junta e da Câmara Municipal das Caldas da Rainha.
Caldas da Rainha Foz do Arelho Europa Green Hill Berlengas Teresa Moraes Câmara Municipal das Caldas da Rainha
Ver comentários