Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida

Passeios à volta do vinho e também das vindimas

Chegada a época, quintas de norte a sul do país preparam um conjunto de atividades para quem se pretende divertir e aprender com a apanha das uvas.
Paulo Fonte(paulofonte@cmjornal.pt) 14 de Setembro de 2020 às 18:27
Quinta no Douro
Herdade na Barrosinha, em Alcácer do Sal
Herdade na Barrosinha, em Alcácer do Sal
Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, em Covas do Douro
Quinta do Bonfim, no Pinhão
Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte
Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte
Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte
Um ‘Dia com o enólogo’
Um ‘Dia com o enólogo’
Um ‘Dia com o enólogo’
Alenquer
Adega do Cartaxo
Quinta no Douro
Herdade na Barrosinha, em Alcácer do Sal
Herdade na Barrosinha, em Alcácer do Sal
Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, em Covas do Douro
Quinta do Bonfim, no Pinhão
Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte
Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte
Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte
Um ‘Dia com o enólogo’
Um ‘Dia com o enólogo’
Um ‘Dia com o enólogo’
Alenquer
Adega do Cartaxo
Quinta no Douro
Herdade na Barrosinha, em Alcácer do Sal
Herdade na Barrosinha, em Alcácer do Sal
Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, em Covas do Douro
Quinta do Bonfim, no Pinhão
Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte
Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte
Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte
Um ‘Dia com o enólogo’
Um ‘Dia com o enólogo’
Um ‘Dia com o enólogo’
Alenquer
Adega do Cartaxo
Durante este mês nem a pandemia consegue pôr de lado as tradições. Chegada a época, quintas de norte a sul do país preparam um conjunto de atividades para quem se pretende divertir e aprender com a apanha das uvas.

Barrosinha com programa
A Herdade da Barrosinha promove um programa especial para os visitantes se envolverem no ambiente das vindimas. Localizada em Alcácer do Sal, a propriedade tem uma longa história de atividade rural, sendo a vitivinicultura uma das áreas da sua produção agrícola. Para dar a conhecer um pouco do seu passado e a envolvência da arte de cuidar a terra, o Hotel da Barrosinha tem disponível o programa dedicado às vindimas, com apanha da uva, piquenique na vinha, visita à adega e almoço na taberna.
 Disponível até final deste mês para hóspedes e visitantes, o programa tem um valor de 25 euros por pessoa. Também foi preparado um menu das vindimas, servido ao jantar das segundas-feiras. Por 25 euros por pessoa, propõe para entrada filete de sardinha de escabeche, ao qual se segue bacalhau confitado com puré de grão e cebolada de castelão e bochecha em vinho tinto com migas de batata para pratos principais. Para reservas: 265 623 142/912 448 385 ou hotel@herdadedabarrosinha.pt.



























Quinta Nova descobre o Douro

A Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, em Covas do Douro, preparou programas de descoberta, com destaque para a experiência ‘Um dia na vindima do Douro’. À chegada, cada participante recebe um balde e uma tesoura para fazer a apanha da uva numa das 41 parcelas desta quinta. Segue-se uma visita à adega com prova do primeiro vinho e ao Wine Museum Centre Fernanda Ramos Amorim e, também, uma prova de vinhos. O programa termina com um almoço no Conceitus Winery Restaurant. Também pode aproveitar para conhecer o Douro de comboio. Ao chegar ao apeadeiro do Ferrão tem à sua espera um transfer para a Quinta Nova. Preços a partir de 16 euros por pessoa – visita à Adega e Wine Museum Centre. Reservas em quintanovawinetourism@amorimfamilyestates.com ou pelo número 969 860 056.


























Bonfim para toda a família
Sob o mote ‘Um dia bem passado’, a Quinta do Bonfim, no Pinhão, promove piqueniques com vista para o Douro, passeios nas vinhas, provas de vinhos do Porto e DOC Douro, atividades para os mais pequenos, visitas guiadas e um jantar no restaurante pop-up Casa dos Ecos. O roteiro pode ter início com uma visita guiada ao museu, adega e, ainda, ao antigo armazém, espaços que dão a conhecer a história da propriedade da família Symington e, ainda, os vinhos que são ali produzidos. Seguem-se as provas de vinhos do Porto (a partir de 17 euros) e de DOC Douro (22 euros). Estes momentos podem ser complementados com vinhos a copo e petiscos ou, ainda, um Porto Tónico com amêndoas torradas. Para as visitas feitas em família, o centro de enoturismo tem atividades para os mais pequenos, como passatempos e oferta de sumo de uva. Para a participação é necessária uma pré-reserva, através do número 254730370, quintadobomfim@symington.com ou www.symington.com.



























Experiência na Torre de Palma
A oportunidade de fazer uma vindima é proporcionada no Torre de Palma Wine Hotel, em Monforte, no Alentejo. A proposta passa por mais do que experienciar uma vindima tradicional, com apanha, escolha e pisa das uvas. O projeto proporciona um conjunto de experiências que constitui a raiz da propriedade - o vinho. A tradição vínica tem, nestas terras, cerca de 2000 anos e remonta à época romana, altura em que se instalaram abastadas famílias que se dedicavam ao vinho, ao azeite, ao cavalo Lusitano e às artes.
Respeitando as raízes romanas em Torre de Palma, celebra-se o vinho na ‘Lusitânia’, tal como no período romano. A ‘vinalia rustica’ marca o início das vindimas, que terminam em outubro -, celebrando a ‘meditrinalia’, data em que o mosto é consagrado. O programa de um dia conta com uma visita às vinhas para conhecer as castas e fazer a colheita manual da uva. Segue-se a seleção das melhores uvas na mesa de escolha, visita à adega com prova de mostos ou prova, ainda, de vinhos Torre de Palma. Por fim, um almoço no restaurante Basilii com bebidas selecionadas. A 79 euros por pessoa. Informações em www.torredepalma.com ou através do número 245 038 890.



























Um ‘Dia com o enólogo’

A Soalheiro, marca de Alvarinho de Melgaço, desafia para um ‘Dia com o Enólogo’, uma atividade que decorre dia 19 deste mês e marca a época especial das vindimas. A iniciativa, que arranca às 10h00, consiste numa masterclass, de um dia, com o enólogo do Soalheiro, António Luís Cerdeira, em que os participantes têm a oportunidade de provar mostos e vinhos em fermentação, observar a receção de uvas na adega e o início do processo de vinificação. Para dar a conhecer a casta rainha do território onde estão inseridos - Monção e Melgaço: a origem do Alvarinho - decorre um curso de provas de Alvarinhos, onde serão dadas a provar várias dimensões do Soalheiro. Do terraço, com vista sobre o vale do rio Minho, é possível observar as vinhas, as montanhas que circundam o vale e Espanha. A experiência termina com um almoço na Quinta de Folga, onde é dado a provar o fumeiro e a gastronomia de Melgaço, harmonizada com Magnums Soalheiro. Informações e reservas em www.soalheiro.com/enoturismo.


























Celebração em Alenquer

‘Alenquer, Terra da Vinha e do Vinho’ decorre até dia 27 deste mês com um conjunto de atividades em torno da temática vitivinícola. Esta é uma celebração do território, das suas gentes e da sua arte, com mercado de vinhos e animação musical, provas comentadas, jantares vínicos, visita a quintas, passeio pedestre e de BTT e tertúlias, entre outras propostas. "É um programa diversificado, rico, inovador em diversas propostas, socialmente inclusivo e, provavelmente, o que a nível nacional, de índole municipal, concentra mais atividades num espaço de tempo tão curto, tornando-o apetecível e muito procurado", afirma Rui Costa, vereador da Cultura e Turismo. A essência de ‘Alenquer, Terra da Vinha e do Vinho’ mantém-se, no entanto, inalterada e evidencia a ligação da região à cultura vitivinícola, enquanto pretende afirmar o concelho como o maior produtor de vinhos da região de Lisboa. Outros setores são destacados, como a gastronomia ou o turismo. Mais informação em www.cm-alenquer.pt.



























Há visitas no Cartaxo

A Adega do Cartaxo criou, durante este período de vindimas, uma programação especial que cumpre os protocolos de segurança, tendo em conta as medidas de prevenção adotadas contra o novo coronavírus. Para este ano existe um programa que inclui uma visita às vinhas, com explicação das diferentes castas, um passeio pelas instalações da adega, com notas sobre a sua história, sobre os vários processos da vindima, da produção do vinho e dos vários espaços das instalações. E, claro, não falta uma prova de vinhos. O programa de visitas inclui a oferta de uma t-shirt e de uma máscara social reutilizável, cujo uso é obrigatório no decorrer da visita. A iniciativa decorre ao longo deste mês, com um custo de 10 euros por pessoa. As visitas podem ser agendadas de segunda a sexta-feira e deverão ser marcadas com 72 horas de antecedência para um máximo de seis pessoas. Para outras informações ou agendamento deve contactar-se o número 919 912 238 ou loja@adegacartaxo.pt.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)