Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
3

Tinto revela a pureza do terroir do Douro

Vinho que resulta de uma parceria entre um enólogo francês e uma empresa portuguesa.
Edgardo Pacheco 2 de Outubro de 2018 às 23:44
Prazo de Roriz
Vinha
Prazo de Roriz
Vinha
Prazo de Roriz
Vinha
Os vinhos do Douro passaram de inexistentes a objetos desejados e – em muitos casos – caros. Nalguns casos, muito caros. Apesar da região fazer vinho do Porto há centenas de anos, a história dos vinhos DOC Douro tem cerca de vinte e alguns anos (como se compreende, o Barca Velha, nascido em 1952, não entra neste campeonato). Ou seja, o Douro é uma região que só agora começou a gatinhar.

Como tal, temos de tudo: produtores obrigados a baixar escandalosamente os seus preços para satisfazer o apetite das grandes superfícies e dos consumidores, produtores pequenos que têm de refletir no preço final os altos custos de produção no Douro e, claro, uns poucos produtores que se dão ao luxo de pedir somas bem avultadas pelas suas garrafas.

Ora a Prats & Symington, uma empresa criada pelo famoso enólogo francês Bruno Prats, e a não menos importante família ligada o vinho do Porto criaram, em 1998, uma sociedade para produzir vinhos de alta qualidade, mas que não exigissem a ida ao banco dos clientes para poderem comprar os seus vinhos.

Baratos, baratos, não são nem podem ser, mas se o Chryseia custa cerca de 65 € e o Post Scriptum uns 15 €, o Prazo de Roriz aqui na foto ao lado tem uma relação qualidade preço de se lhe tirar o chapéu: menos de 10 €.

Alguns leitores dirão que com este valor compram duas ou três garrafas de outras regiões. Pois compram, mas uma coisa é produzir vinho numa planície do Alentejo ou do Tejo e outra fazer vinho a partir de socalcos em montanha. Assim por baixo, a relação de custos pode ser de 1 para 4. É por isso que que este Prazo de Roriz é muito em conta. 

Nem só com Porto fica bem uma fatia de chocolate
Sim, a tradição manda servir vinho do Porto (ruby ou tawny) com chocolate, mas certo perfil de vinho tinto, em particular aqueles que revelam notas de frutos pretos e taninos bem redondos, ligam na perfeição com uma fatia de bolo de chocolate.

Mas um bolo guloso, claro.
Douro Prats & Symington Bruno Prats DOC Barca Velha enólogo francês Chryseia Prazo Prazo Roriz Tejo Tejo Porto
Ver comentários