Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
2

Natal à volta do Mundo

Curiosidades sobre países e sugestões de destinos para uns dias diferentes.
Paulo Fonte(paulofonte@cmjornal.pt) 13 de Dezembro de 2018 às 18:14
Natal à volta do Mundo
Muita luz e queda de neve
Ceia de Natal envolve tradições populares pelo Mundo
Ceia de Natal envolve tradições populares pelo Mundo
Natal à volta do Mundo
Muita luz e queda de neve
Ceia de Natal envolve tradições populares pelo Mundo
Ceia de Natal envolve tradições populares pelo Mundo
Natal à volta do Mundo
Muita luz e queda de neve
Ceia de Natal envolve tradições populares pelo Mundo
Ceia de Natal envolve tradições populares pelo Mundo
Nesta viagem por celebrações à volta do Mundo, nada como começar por uma cidade onde não é necessário esperar por dezembro para viver a quadra.

Ruas estreitas de pedra, construções marcadas por telhados inclinados e detalhes em madeira, candeeiros antigos, assim é Rothenburg ob der Tauber, a 180 km de Francoforte, na Alemanha. A urbe é famosa por preservar um clima natalício ao longo do ano.

A Käthe Wohlfahrt é a maior loja de produtos de Natal da Europa e está aberta ao longo dos meses. Quem preferir pode visitar o Museu do Natal, ao qual se acede pela loja. No final do ano acontece o Reitlersmarkt, um mercado ligado à quadra, com 500 anos de história. 

MUITA LUZ E QUEDA DE NEVE
O clima da quadra em Nova Iorque, EUA, é uma cena de filme. De muitos filmes. As luzes e decorações são mágicas, os norte-americanos levam a época mesmo a sério.

Uma árvore de Natal gigante já foi inaugurada no Rockefeller Center, uma pista de patinagem no gelo fica também ali disponível e as montras das lojas na Fifth Avenue espantam.

As casas são enfeitadas com extravagância e há passeios a Dyker Heights, em Brooklin, que já foi o bairro mais decorado dos EUA.

Praga
Cidade com um charme especial
Praga, na República Checa, tem um charme especial ao longo do ano, que é multiplicado no mês do Natal. A cidade apresenta um colorido especial, com luzes, árvores e enfeites.

São muitas as feiras espalhadas pelas ruas, onde é comercializada comida e bebida, artesanato e decorações. Na noite de Consoada, a ceia conta com sopa de peixe, saladas, ovos e carpas, um peixe consumido em especial neste dia especial. 

Quioto
Restaurantes cheios no Japão
Embora o Natal seja uma época de grande entusiasmo no Japão, há apenas 1,9 milhões de cristãos, valor que representa menos de um por cento da população.

Dia 24 ouve-se em ‘loop’ a canção de amor ‘Kurisumasu ibu’, de Yamashita Tatsuro, com cerca de 30 anos mas agora ligada à época. Em Quioto, coração do budismo, os moradores celebram com decorações e saídas na noite da Consoada para restaurantes e bares. 

Douz, Tunísia
Passar a quadra no deserto
A cidade de Douz, na Tunísia, é conhecida como o local de rodagem dos filmes da ‘Guerra das Estrelas’, mas em dezembro, durante três dias - este ano de 20 a 23 -, as tribos árabes transformam a planície poeirenta num espetáculo beduíno.

Turistas de todo o Mundo ali acorrem para presenciarem os torneios de hóquei na areia, os banquetes e as danças do ventre. Trata-se do Festival Internacional do Saara. 

NOITE À MESA
A ceia de Natal envolve tradições populares pelo Mundo. Para além do bacalhau, polvo e peru em Portugal, vejamos outras:

Itália
O banquete é feito de sete pratos, incluindo o antepasto (entrada), seguida por uma massa, um peixe, duas saladas e dois pudins. Além disso, há também os ‘tira gostos’, frutas, chocolates, panetone e frutos do mar.

França
Na ceia de Natal são servidos peru com castanhas, fígado de ganso, carnes, salmão defumado e tábuas de queijos variados. Há também um bolo de Natal e são servidas mais outras treze sobremesas diferentes.

Alemanha
A consoada na Alemanha conta com ganso assado, acompanhado de batatas, repolho, cenoura, aipo e pickles. No interior da região sul privilegia-se um banquete de carnes de caça, como javali e veado. À sobremesa serve-se bolo com frutos secos.

Japão
Mesmo que os cristãos estejam em minoria, a quadra também é celebrada. Janta-se em restaurantes e nos lares é feita, todos os anos, uma ceia diferente que pode incluir pratos comuns como frango frito ou piza.

Finlândia
Ceia é composta por um tacho de esparguete, nabo, cenoura, batata, peru e presunto. É também servida uma travessa de carne e peixe. A seguir ao jantar ‘corre-se’ para as saunas.

Austrália
Um Natal no verão é comemorado com um churrasco de camarões, carne e frango. Para finalizar há gelados. 

PARA QUEM PREFERE FESTEJAR COM CALOR
O Natal é uma importante celebração religiosa e cultural na Jamaica. As festividades acontecem desde o início deste mês até ao dia de Ano Novo, com festas e reuniões familiares. O Pai Natal é uma presença assegurada, as cidades criam uma atmosfera festiva, decorando as ruas e palmeiras com luzes ali conhecidas como ‘luzes de pimenta’. As casas batem-se por ter as melhores iluminações, até os táxis são decorados.

Já para quem pretende passar esta altura do mês num clima romântico, Buenos Aires é uma opção a considerar. O clima da capital argentina ganha outra ‘tonalidade’ com as decorações de Natal. Há espetáculos, tango e uma agitada vida noturna.

Outra opção é a cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, Brasil. A natureza privilegiada permite vários passeios pelas dunas e praias quase desertas. Também o estado de Minas Gerais merece uma atenção especial, a pedir um passeio histórico pelas igrejas. A histórica Ouro Preto desperta a atenção.

Em Honolulu , a capital e a cidade mais populosa do estado norte-americano do Havai, a câmara municipal monta um espetáculo de iluminação, o Honolulu City Lights, no quarteirão do Honolulu Hale, o principal edifício do governo. Os pais natais andam de bermudas, as iniciativas sucedem-se.

Já Goa tem algumas das praias mais bonitas da Índia, zonas verdes e descontração. E depois do Natal celebra-se, de 29 a 31 deste mês, o Sunburn Festival, com a dança e a música eletrónica a dominarem. Este é um dos maiores festivais da Ásia.

HISTÓRIAS 
Piqueniques, teias de aranha e vassouras
Rússia

A Igreja Ortodoxa Russa festeja o Natal de acordo com o calendário juliano, ‘atrasado’ 13 dias em relação ao gregoriano. Por isso, a data é comemorada no país a 7 de janeiro.

Austrália

O Natal é celebrado com piqueniques em praias ou parques. São utilizadas flores na decoração.

Estados Unidos

As lojas e casas são decoradas com requintados enfeites, com cores e brilhos. Há muitas lâmpadas coloridas.

Índia

Aqueles que celebram a data utilizam como árvores plantas nativas do país. As bananeiras são enfeitadas e são colocadas lamparinas de argila nos telhados das casas.

Ucrânia

É comum ver teias de aranhas a enfeitar as árvores de Natal. Conta uma lenda que uma viúva e os seus filhos tiveram uma árvore decorada com teias de aranha. Ao primeiro raio de sol, os fios transformaram-se em ouro e prata.

Noruega

Reza a tradição que as bruxas podem roubar as vassouras de casa para darem um passeio. Devem ser todas escondidas.

Islândia

Conta-se que um enorme gato, o Yule, está escondido na neve e devora todos aqueles que não têm uma roupa nova. Apenas as crianças que fizeram os seus trabalhos ganham as vestes.
Ver comentários