Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais C-Studio
7
Especiais C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Espírito de alegria e felicidade contagiante. Uma receita para o sucesso

A aposta da seguradora continua a estar centrada na proximidade das pessoas e parceiros. A Festa Ageas Seguros foi um sucesso
21 de Setembro de 2020 às 17:54
Gustavo Barreto, diretor-geral de Distribuição e Marketing da Ageas Seguros
Gustavo Barreto, diretor-geral de Distribuição e Marketing da Ageas Seguros

Só uma empresa com visão, coragem e responsabilidade é que conseguiria desenhar e desenvolver uma ação como a Festa Ageas Seguros, percorrendo várias cidades do País no período a seguir ao fim do confinamento. Entre junho e julho, quatro cidades receberam uma ação inédita em Portugal, respeitando todas as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS). Gustavo Barreto, diretor-geral de Distribuição e Mar-keting da Ageas Seguros, fala dos resultados da iniciativa e partilha a sua vivência na Festa Ageas Seguros. Uma experiência que nunca esquecerá.

Que balanço faz da iniciativa Festa Ageas Seguros?

O balanço é muito positivo no geral, e pela experiência que tive oportunidade de acompanhar pessoalmente na última Festa Ageas Seguros em Portimão, de facto, o espírito de alegria e felicidade é contagiante. Tinha conhecimento do sucesso, mas vivê-lo é algo que não esquecerei. Especialmente numa das ruas onde estavam dezenas de pessoas nas suas varandas a acompanhar-nos de forma segura, respeitando todas as regras, num contexto difícil para todos como o que estamos a viver… foi um grande e marcante momento.

Do feedback que recebi das minhas equipas de Distribuição e Marketing, assim foi de norte a sul, pelo que só podemos estar muito satisfeitos com o resultado final. O que só demonstra que a forte aposta da nossa marca continua no caminho da proximidade das pessoas e parceiros, com a forte estratégia de marca, de envolvimento das nossas equipas e mediadores, e chega cada vez mais longe com uma abordagem diferenciada e relevante para o consumidor de seguros.

Uma das premissas desta iniciativa foi projetar a marca e promover a proximidade dos mediadores com as populações locais. Acha que atingiram este objetivo?

A Ageas Seguros tem vindo a apostar nesta abordagem a diferentes níveis de atuação. A proximidade regional, o investimento em lojas premium e nos mediadores, através de formação ou ferramentas de apoio ao negócio, os eventos regionais, a comunicação com o cliente e a promoção desta interação com os nossos interlocutores no local são chave para a contribuição da marca em cada região.

Esta iniciativa só vem reforçar esta direção, e a forma como a marca se apresenta, tendo em conta os seus objetivos de reconhecimento no local e de estar com pessoas, onde elas estão e quando mais precisam de nós – não apenas em momentos de desequilíbrio como um caso de sinistro/acidente, mas também num momento de pandemia, de confinamento.

A Festa Ageas Seguros aconteceu para demonstrar essa proximidade das pessoas, e também dos nossos mediadores, com quem vivemos experiências enriquecedoras e felizes para todos.

Dentro da rede de mediadores da Ageas Seguros qual foi a recetividade da iniciativa?

A primeira reação foi de surpresa quando apresentámos pela primeira vez o projeto que previa um concerto no centro da cidade. Depois, no decorrer das medidas preventivas adaptámos para concerto móvel, e continuou o sentimento de surpresa apesar de algumas entidades municipais o fazerem. Mas no dia, quando chegámos às 9h a cada loja com todo o material, preparámos a ativação, e começámos a espalhar magia com a atribuição dos brindes, dos manjericos com uma quadra simpática depois de o período dos Santos Populares ter acontecido sem celebrações, e os mediadores começarem a ver as primeiras reações das pessoas que passavam, foi impactante.

Ao final do dia de cada festa com o concerto móvel, foi a apoteose. Posteriormente e ainda incrédulos com a grande recetividade pelas populações locais, só recebemos mensagens positivas. E a seguir, claro que tínhamos os mediadores das outras cidades a perguntarem-nos porque não tinham a Festa Ageas Seguros também nas suas lojas e locais. Aqui temos a prova dos resultados da ação.

O que transmitiram os mediadores que participaram no evento?

De certa forma o que também pensámos no início, mas que nunca julgámos que seria tão positivo e gratificante. Claro que a ação foi toda pensada e preparada de uma forma muito profissional e detalhada. Sabíamos o que queríamos e o que estávamos a preparar, mas viver no dia e ver a reação das pessoas é ainda maior. Os mediadores sentiram e viveram esta iniciativa.

A nossa marca tem de facto uma missão muito nobre: a de prevenir acidentes, proteger pessoas e património, mas também de proporcionar experiências emocionais.

Teve feedback de outros Mediadores que mostraram interesse em levar a Festa Ageas Seguros para as suas cidades? Quais?

Sim, sem dúvida. Foram vários os mediadores que me contactaram diretamente para que a Festa Ageas Seguros seguisse a sua rota para outras direções. Desde Viana do Castelo ao Algarve e ilhas, não faltou interesse posso adiantar.

Atendendo ao sucesso da iniciativa, este é um modelo que pode ser repetido num futuro próximo?

2021 será um ano desafiante. Diferente, e que depois do que vivemos e ainda estamos a viver em 2020, nada será igual. No entanto, sabemos que a estratégia definida para a Ageas Seguros é robusta e pretende continuar o caminho da diferenciação e da proximidade. Num futuro próximo continuaremos a surpreender. Contem connosco!