Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais C-Studio
3
Especiais C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Conhecimento ao serviço das pessoas e do planeta

É crucial que se caminhe no uso da inteligência artificial com ética, protegendo os consumidores e promovendo a igualdade de género no Mercado Interno.
9 de Maio de 2020 às 07:00


Artigo de opinião de Maria da Graça Carvalho, eurodeputada.

Facebook
Twitter
Instagram
A Ciência e a Inovação são fundamentais na minha ação. Nomeadamente na Comissão ITRE – Indústria, Investigação e Energia, onde sou vice-coordenadora do Grupo PPE.

Nesta crise do coronavírus, tenho-me batido por verbas adequadas e estratégias eficazes para o desenvolvimento de terapias.

No futuro, a Inovação terá um papel-chave no plano de recuperação económica anunciado pela Comissão Europeia, que poderá chegar a 10% do PIB europeu: 1,5 triliões de euros. A Energia e o Clima são outra prioridade. A transição para energias verdes, sustentáveis e acessíveis, será determinante para se concretizar o European Green Deal, salvaguardando ao mesmo tempo a Indústria, outra das minhas principais preocupações.

A Digitalização é igualmente crucial. Os recursos digitais, a Inteligência Artificial, têm enorme potencial, mas a sua utilização deve respeitar os princípios éticos que fazem parte do nosso projeto europeu.

Estou particularmente envolvida no papel das mulheres nas novas tecnologias. Sou responsável pelo relatório: “Colmatar o fosso digital entre homens e mulheres - participação das mulheres na economia digital” e em pareceres sobre Inteligência Artificial na Educação, Cultura e Audiovisual e questões éticas.

A proteção e os direitos dos consumidores completam a lista de grandes áreas nas quais espero ajudar a fazer a diferença ao longo deste mandato.

Apoios para a Ciência, Educação e Inovação

Incentivar a distribuição equilibrada dos apoios, premiando a excelência e valorizando candidaturas de países e regiões sub-representados, é uma das metas do relatório sobre a Agenda Estratégica do Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia.

Aprova, ainda, a nova Comunidade de Conhecimento e Inovação (KIC) da Cultura, propondo a componente do Património Cultural, reforça a Saúde e o Digital na luta contra o Covid-19 e sugere uma nova KIC dedicada à Água.

Consumidores, Igualdade de Género e Mercado Único Digital

A eurodeputada é responsável do PPE no relatório "Colmatar o fosso digital entre homens e mulheres - participação das mulheres na economia digital" e em pareceres sobre Inteligência Artificial na Educação, Cultura e Audiovisual. Nomeada para os MEP Awards 2020 na categoria Mercado Único Digital. 

"Temos de caminhar no uso da Inteligência Artificial com ética, protegendo os consumidores e promovendo a igualdade de género no Mercado Interno".

Dar voz à Indústria

Ter uma plataforma dedicada de diálogo com as instituições europeias era uma ambição antiga do setor industrial. O objetivo foi alcançado com a constituição do Intergrupo "Sustainable Long-Term Investments and Competitive European Industry", que abrange ainda o investimento, e tem a eurodeputada Maria da Graça Carvalho como uma das presidentes.

Se já era necessário face a desafios como o European Green Deal e a Digitalização, este fórum ganha mais relevância na situação atual.

Carta da Europa