Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais C-Studio
1
Especiais C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Escola de Comércio de Lisboa – para quem quer ir mais longe

Formação desenvolvida na ECL assegura que os alunos prosseguem para o mercado laboral ou ensino superior com as ferramentas necessárias para fazer a diferença
5 de Junho de 2020 às 09:09
Piedade Redondo Pereira, diretora da Escola de Comércio de Lisboa
Piedade Redondo Pereira, diretora da Escola de Comércio de Lisboa

A Escola de Comércio de Lisboa (ECL) promove, há 30 anos, um ensino de qualidade, rigoroso e criativo, pretendendo oferecer uma formação sólida aos seus alunos.

Em termos de oferta formativa, hoje em dia, os estudantes podem escolher de entre dez diferentes e desafiantes experiências formativas: Comércio, Vendas e Marketing, Vitrinismo, Organização de Eventos, Operações Turísticas, Receção Hoteleira, Cozinha-Pastelaria, Restaurante-Bar, Informática – Instalação e Gestão de Redes e Informática-Sistemas.

Além da excelente formação nas componentes sociocultural e científica, um curso profissional oferece uma formação tecnológica, assim como uma formação em contexto de trabalho. As várias componentes que constituem o plano de estudos pretendem facilitar a integração no mercado de trabalho ou o prosseguimento de estudos, consoante for a escolha do aluno. Como as empresas privilegiam a contratação de jovens com boa capacidade de comunicação, argumentação e espírito empreendedor, assim como capacidade de persuasão, dinamismo e gosto de trabalhar por objetivos, a ECL proporciona aos seus alunos todas estas competências durante a formação.

A experiência dos responsáveis da escola observa que os seus alunos se destacam, após três anos na ECL, qualquer que seja a via que escolham prosseguir: a integração no mercado de trabalho ou o ensino superior.

Como? Vejamos:

Formação outdoor
Os alunos desenvolvem durante dois dias várias atividades num campo de aventura e outdoor para trabalharem as questões de liderança, negociação e estratégia.

Empresas de treino
Ao longo dos anos, a ECL tem desenvolvido conceitos inovadores, permitindo aproximar os alunos da realidade do mercado de trabalho. Criaram-se assim empresas de treino, como a ECL store, a ECL food store, a ECL discovery, a ECL kitchen, e ECL restaurant. Estes são verdadeiros laboratórios de experiências vivos e dinâmicos, reinventando as tradicionais práticas e metodologias pedagógicas. Mas pretende-se mais, por isso a escola terá de tornar estes espaços mais digitais.

Recursos tecnológicos
A ECL colocou as tecnologias ao serviço do ensino, munindo as salas de aula com portáteis, projetores, LCD e redes wireless, com acesso a várias plataformas pedagógicas, digitalizando conteúdos e explorando as redes sociais para partilhar eventos, programas e iniciativas.

Formação em contexto de trabalho
Com a duração de seis semanas em cada ano letivo em empresas nacionais e na União Europeia. O vaivém entre a escola e a empresa permite aos alunos adquirirem e aplicarem novos conhecimentos em resultado de novas experiências.

Erasmus+
A ECL leva os alunos (130 por ano letivo) por essa Europa fora para que ganhem mundo através do programa Erasmus+ (duas semanas, seis semanas e seis meses – Espanha, Finlândia França, Itália e Reino Unido).

Empreendedorismo
Promove-se e encoraja-se a participação dos alunos em iniciativas que estimulam o empreendedorismo, como o programa Junior Achievement Portugal.

Prémios de mérito
Após a conclusão do curso, são atribuídos prémios de mérito por diferentes empresas com as quais a ECL mantém sólidas parcerias e com as quais os seus alunos mantêm um contacto direto, envolvendo-se em inúmeras iniciativas em projetos e desafios próximos do contexto de trabalho.

Covid-19 e agora?
A ECL orgulha-se da agilidade, flexibilidade e motivação de todos os seus alunos, professores e colaboradores. Em cerca de três dias, todas as suas atividades letivas passaram a ter uma dinâmica totalmente digital e à distância. A ECL, como é seu apanágio, respondeu ao desafio, tornando-se, ainda mais, digital e capaz de trabalhar de forma colaborativa e em rede. As plataformas digitais, como o Google Classroom, o Google hangouts/meet, a Google Drive, o padlet, o canva, o kahoot, o mentimeter, o wix e o moodle têm sido aliados fundamentais nesta mudança.

Há muito tempo que a escola trabalha na transição digital e por isso tornou-se parceira da Câmara Municipal de Lisboa no projeto Lisboa Empreende+, com a possibilidade de os seus alunos trabalharem junto do comércio da cidade de Lisboa.

A ECL continua a ser uma Escola de Pessoas para Pessoas, mas – neste momento – de uma forma virtual. Tem sido um processo desafiante, mas ao mesmo tempo extremamente gratificante. No próximo ano letivo, de acordo com as condições pandémicas, estará preparada para promover tanto um ensino presencial como à distância.

O posicionamento pedagógico da ECL mantém-se: a escola continua a pautar-se por uma atitude de permanente prospeção, antecipação e inovação, com o comprometimento dos alunos, da equipa, da rede de escolas em que se insere e da participação dos seus parceiros.

O sucesso dos alunos da ECL é o contributo para a sustentabilidade do tecido laboral, social, empresarial e económico português.

"Uma jornada rica"

João Raimundo, finalista do curso de Técnico de Comércio da ECL, diz que os últimos três anos foram "um marco importante" na sua vida, pela descoberta de novos companheiros e de excelentes formadores, mas também dos diferentes colaboradores em geral. "A minha jornada na ECL foi de uma riqueza profissional e pessoal muito significativa: adquiri novos conhecimentos, novas formas de pensar, novas formas de estar e de ser…"

Na ECL existe o programa "Erasmus+". João recorda como beneficiou dessa experiência: "Felizmente, tive a oportunidade de realizar a minha formação em contexto de trabalho em Londres, no meu primeiro ano do curso, onde pude viver novas experiências e interagir com uma nova cultura."

João realizou estagiou em empresas, onde teve oportunidade de trabalhar. Em concreto: "Na FNAC (C.C Vasco da Gama) e na Carclasse Lisboa - Mercedes-Benz". 

Quanto ao futuro, está a candidatar-se ao "ErasmusPro" da ECL, para conhecer culturas novas e técnicas de comércio. "Estou praticamente no final do meu curso de Técnico de Comércio e tenho a certeza que a partir do momento em que acabar a minha formação na ECL muitas portas se irão abrir!"

Formação Profissional