Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

André Ventura quer impedir "estruturas ocultas que jogam pelo poder" no partido

Presidente do Chega considerou o facto de a lista ter sido aprovada à terceira vez "um grande teste para noites eleitorais".
Lusa 20 de Setembro de 2020 às 21:31
André Ventura
André Ventura FOTO: Nuno Veiga / Lusa
O presidente do Chega, André Ventura, congratulou-se este domingo por sair da II Convenção Nacional com "legitimidade reforçada" e prometeu clarificar que o partido "é das bases e não de estruturas ocultas que jogam pelo poder".

"Saímos daqui com legitimidade reforçada e vou pelo menos garantir que este partido é das bases e não de estruturas ocultas que jogam pelo poder", afirmou Ventura, em declarações aos jornalistas, já dentro do seu automóvel, quando saía do local da reunião.

Questionado sobre a aprovação da sua lista para a direção nacional aprovada pelos delegados, à terceira tentativa, o presidente do Chega considerou ter sido "um grande teste para noites eleitorais".

"Hoje o coração ficou um bocado mais fortalecido. Fiquei naturalmente apreensivo, a um determinado momento", mas "sempre tive esperança de que o congresso me desse a força que precisava para sair daqui reforçado", assinalou.

O líder do partido disse saber que, "na verdade, não devia ceder" na composição da sua lista para a direção nacional, apesar dos dois "chumbos" antes da aprovação.

"Porque este partido não é de jogos de bastidores, este partido é das bases", argumentou.

E, "a partir de agora", com "a legitimidade" conquistada nesta convenção nacional, o líder do parido prometeu impedir que se repita aquilo que se passou hoje, respondendo, quando questionado pela Lusa sobre se pondera alterar os estatutos: "Sem dúvida".

"Eu próprio vou garantir que isso nunca mais volta a acontecer. Não podemos nunca mais voltar a permitir que jogos de bastidores, jogos de ódios pessoais e jogos de interesses a pensar em autárquicas ou em legislativas possam determinar o Chega", sublinhou.

Foi "por isso" que "eu não cedi nas listas. Mantive-a exatamente como comecei e não mudaria a lista se desta não passasse, demitir-me-ia", afiançou.

André Ventura Chega política partidos e movimentos
Ver comentários