Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Bruxelas mantém Portugal sob vigilância por desequilíbrios macroeconómicos

Além de Portugal, integram esta lista as cinco maiores economias da zona euro.
Lusa 17 de Dezembro de 2019 às 15:21
Centeno na apresentação do OE2020
Centeno na apresentação do OE2020 FOTO: Pedro Catarino
Portugal continuará a ser alvo de "análise aprofundada" em 2020 devido aos seus desequilíbrios macroeconómicos, juntamente com 12 outros Estados-membros, incluindo as cinco maiores economias da zona euro, anunciou hoje a Comissão Europeia.

Já com o novo executivo em funções, a 'Comissão Von der Leyen' adotou na sua reunião do colégio de hoje, em Estrasburgo, a segunda parte do Pacote de Outono do semestre europeu de coordenação de políticas económicas -- em novembro, a Comissão cessante limitara-se a publicar os pareceres sobre os projetos orçamentais --, incluindo o Relatório sobre o Mecanismo de Alerta (RMA), que identificou 13 Estados-membros que devem ser sujeitos a análises aprofundadas no próximo ano por apresentarem "desequilíbrios macroeconómicos".

Além de Portugal, integram esta lista as cinco maiores economias da zona euro -- Alemanha, França, Itália, Espanha e Holanda --, e ainda Bulgária, Croácia, Chipre, Grécia, Irlanda, Roménia e Suécia.

Ver comentários