Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Centro Hospitalar Tondela Viseu suspende cirurgias não prioritárias

Número de internados em enfermaria nesta unidade hospitalar nunca foi tão elevado.
Lusa 24 de Novembro de 2020 às 13:23
A carregar o vídeo ...
Número de internados em enfermaria nesta unidade hospitalar nunca foi tão elevado.
A administração do Centro Hospitalar Tondela Viseu (CHTV) suspendeu todas as cirurgias programadas não prioritárias que envolvam internamento, devido ao "rápido e crescente evoluir" da pandemia de covid-19.

"Face ao rápido e crescente evoluir da pandemia de covid-19, o Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) suspendeu todas as cirurgias programadas não prioritárias que envolvam internamento", explica a organização, em comunicado.

A nota de imprensa explica que a "decisão foi tomada no âmbito do plano de contingência para fazer face ao aumento da necessidade de vagas para internamento de doentes covid-19" que, atualmente, "ocupa todo o sétimo andar" do hospital de Viseu.

"O CHTV garante a realização de cirurgias prioritárias e muito prioritárias, e todas as cirurgias urgentes. Vai ainda ser mantida a atividade de cirurgia de ambulatório em Viseu e Tondela, bem com o funcionamento dos hospitais de dia", assume.

A administração refere que "as consultas externas se mantêm em funcionamento", apesar de "prever algumas desmarcações de consultas não prioritárias que serão comunicadas aos utentes em devido tempo" pelo CHTV.

"Esta nova medida surge na sequência das orientações da tutela, no âmbito do alargamento da capacidade de resposta à pandemia. Temos consciência de que nesta fase todos os recursos são preciosos e que é necessário reforçar a capacidade de resposta à covid-19", considera.

Até ao final de segunda-feira, o CHTV contabilizava 95 internamentos por covid-19, "estando 87 doentes em enfermaria e oito em cuidados intensivos".

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.397.322 mortos resultantes de mais de 59,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 3.971 pessoas dos 264.802 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

IYN // SSS

Lusa/Fim

Hospitalar CHTV Tondela Viseu Centro Hospitalar Tondela Viseu saúde hospitais
Ver comentários