Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Danos causados à estátua de São Miguel são "reversíveis"

Garantia dada pelo Ministério da Cultura.
Lusa 6 de Novembro de 2016 às 19:38
Estátua acabou no chão, após turista brasileiro a derrubar
Estátua acabou no chão, após turista brasileiro a derrubar FOTO: Direitos Reservados

O Ministério da Cultura garantiu hoje que "são reversíveis" os danos causados à estátua de São Miguel do Museu Nacional de Arte Antiga num acidente que envolveu um turista brasileiro que visitava aquele espaço.

Teresa Bizarro, assessora do ministro da Cultura, adiantou que, após o acidente, uma primeira avaliação concluiu que os "dabos são de fácil reparação".

Segundo a mesma responsável, o acidente ocorreu quando um turista brasileiro que visitava aquele espaço quis tirar uma fotografia a uma outra peça e ao recuar, para fotografar, embateu de costas no suporte da estátua São Miguel, fazendo a peça de madeira tombar no chão.

Um dos vigilantes do museu terá ainda avisado o turista para não recuar mais, mas este não o ouviu a tempo.

A assessora admitiu que, nos próximos dias, a direção do museu irá analisar o caso com maior profundidade, podendo inclusivamente escolher outro local para expor a estátua.

Teresa Bizarro assegurou que este acidente "não tem nada a ver" com o alerta lançado, em setembro, pelo diretor do Museu Nacional de Arte Antiga, António Filipe Pimentel, que avisou que "um destes dias há uma calamidade no museu" porque se anda a "brincar ao património", afirmando que as tutelas dispõem de toda a informação cabal.

O alerta sobre as condições do Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA) foi deixado na Escola de Quadros do CDS-PP, que decorreu em Peniche, durante um painel intitulado "Qual a importância económica da cultura?", no qual participou o diretor do museu juntamente com Pedro Mexia, consultor para a área cultural do Presidente da República.

As entradas no Museu Nacional de Arte Antiga são gratuitas no primeiro domingo de cada mês.

danos São Gabriel estátua Ministério da Cultura museu nacional de arte antigaTeresa Bizarro
Ver comentários