Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Documentos da Companhia de Jesus com mais de 400 anos descobertos em Coimbra

Lusa 4 de Maio de 2017 às 18:06

Vários documentos inéditos do século XVI até ao século XVIII relacionados com a Companhia de Jesus foram descobertos na Sé Nova de Coimbra durante obras de restauro e limpeza do altar, disse hoje a universidade de Coimbra.

No acervo encontrado, há um manuscrito do padre António Vieira "muito raro", a obra "Clavis Prophetarum", uma "súmula das suas doutrinas utópicas", disse à agência Lusa a investigadora da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC), Margarida Miranda, sublinhando ainda a descoberta de um códice com teses de filosofia ligadas ao padre Francisco Soares Lusitano.

Pelo altar da Sé Nova, foram também encontrados documentos do século XVI - o mais antigo de 1542 - do basco Inácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus, do secretário de Loyola, João de Polanco, bem como de Francisco Xavier, membro do grupo que criou a ordem religiosa, que viria a ser expulsa por Marquês de Pombal, no século XVIII.