Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Hezbollah diz que objetivo de derrubar regime de al-Assad "fracassou"

Reconquista da cidade de Alepo pelo exército sírio assinala o falhanço da rebelião.
23 de Dezembro de 2016 às 15:27
Hassan Nasrallah
Hassan Nasrallah FOTO: Arquivo
O líder do Hezbollah libanês, Hassan Nasrallah, considerou esta sexta-feira que a reconquista da cidade de Alepo pelo exército sírio do Presidente Bashar al-Assad assinala o falhanço da rebelião.

"Hoje, após Alepo, podemos dizer com toda a certeza que fracassou o objetivo de fazer cair o regime", considerou o dirigente do poderoso movimento xiita. "O regime controla Damasco e Alepo, as duas maiores cidades da Síria, e ainda Homs, Hama, Latakia, Tartus e Sweida", acrescentou.

"O regime está presente, é forte, é ativo, e ninguém no mundo pode ignorá-lo", prosseguiu Nasrallah.

O Hezbollah apoia o regime do Presidente Bashar al-Assad e combate ao seu lado. Participou ativamente na última ofensiva do exército sírio que permitiu retomar o controlo total de Alepo.

"O que sucedeu em Alepo ao longo dos últimos meses (...) foi uma das guerras mais duras dos últimos anos que a Síria conheceu, mas também a região", sublinhou Nasrallah.

O chefe do movimento xiita considerou no entanto que os últimos desenvolvimentos em Alepo "poderão abrir novas perspetivas para soluções políticas" à guerra da Síria, que já provocou mais de 310 mil mortos desde o início do conflito em 2011.
Ver comentários