Sub-categorias

Notícia

Mesmo com o fogo dominado, há quem não descanse em Monchique

"Ainda não está seguro. Tudo pode reacender outra vez", afirma um habitante.
Por Lusa|10.08.18
  • partilhe
  • 1
  • +

O fogo em Monchique foi dado como dominado esta manhã, mas ainda há quem não consiga descansar. Evangelista tem estado "sempre a pau", com o coração nas mãos, a ver se os reacendimentos não destroem o que lhe resta.

Têm sido dias difíceis para Evangelista de Oliveira, que teve de ir dividindo a atenção entre os medronhais que tem pela serra de Monchique (distrito de Faro, Algarve), a adega, umas casas de turismo rural e uma unidade de produção de enchidos tradicionais.

"Até ao momento, perdi 15 hectares de medronheiro, perto da Perna da Negra, que ardeu por completo. Até ao momento, nem sou dos mais afetados", diz à agência Lusa Evangelista de Oliveira, repetindo várias vezes a expressão "até ao momento".

Os 51 anos de idade levam-no a ser comedido nas palavras, explica, porque o fogo pode sempre pregar uma partida.

"Não consigo dar o balanço, porque ainda não está seguro. Tudo pode reacender outra vez", frisa, recordando os 30 hectares cheios de medronheiro que tem perto da Portela da Viúva, onde o vento acabou "por mandar as chamas para outro lado", quando estava a 100 ou 200 metros do medronhal.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!