Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Lar do Comércio em Matosinhos conta com mais 17 trabalhadores

Instituição foi vistoriada pelas autoridades de saúde com o objetivo de avaliar medidas corretivas propostas para verificação do incumprimento das normas de seguranças, higienização e segregação dos utentes.
Lusa 25 de Abril de 2020 às 19:22
Idosos xxx
Idosos xxx FOTO: Getty Images
Os 17 trabalhadores colocados pela Segurança Social no Lar do Comércio, em Matosinhos, com quatro mortes confirmadas por covid-19 e 28 casos positivos, já iniciaram funções, disse hoje fonte da Câmara de Matosinhos.

A mesma fonte, que falava no final de mais uma vistoria realizada àquela instituição, afirmou que "não existe para já qualquer indicação de necessidade de retirar utentes" do lar, realçando, contudo, que "essa será sempre" uma decisão da autoridade de saúde pública à qual "a câmara corresponderá, como aconteceu noutras ocasiões".

O lar foi já vistoriado pelas autoridades de saúde várias vezes, a última das quais hoje, com o objetivo de avaliar medidas corretivas propostas em face da verificação do incumprimento das normas de seguranças, higienização e segregação dos utentes.

Desconhecendo ainda o número total de infetados, o vereador da Proteção Civil da Câmara de Matosinhos salientou, na sexta-feira, em declarações à Lusa, que se está perante uma situação de evolução do contágio dentro da instituição, que até esse dia, não tinha ainda corrigido as falhas identificadas na semana anterior pelas autoridades de saúde.

A fonte da autarquia disse que hoje a equipa multi-institucional que tem vindo acompanhar o processo verificou que já estão a ser colmatadas algumas necessidades detetadas nas últimas vistorias, realçando o facto, de pela primeira vez, a visita ter sido acompanhada pela direção do lar, que se mostrou "mais cooperante".

"A direção do lar foi notificada formalmente do relatório da anterior vistoria e está consciente da importância do cumprimento urgente, cabal e efetivo das recomendações das vistorias realizadas, tendo assumido solicitar às entidades competentes todo o auxilio que se revelar fundamental", sublinhou.

Além dos representantes da Segurança Social, da autoridade de saúde pública e da autarquia, integrou a equipa que hoje visitou o Lar do Comércio o comandante dos Bombeiros Voluntários de Leça do Balio.

A formação dos novos enfermeiros e pessoal de ação direta colocados pela Segurança Social naquele lar de idosos já se iniciou, para garantir o cumprimento do plano de contingência e as regras de higiene e segurança necessárias para evitar a propagação do vírus.

"Foram ainda avaliadas novas necessidades de segregação de utentes, em função da evolução epidémica, que nos parecem urgentes", acrescentou a fonte.

Em comunicado enviado na sexta-feira, o Lar do Comércio afirmava que tinha quatro mortes confirmadas por covid-19, num total de seis, e 28 casos positivos, mas aguardava ainda os resultados aos testes efetuados aos idosos da instituição.

O lar adianta que o Hospital de Pedro Hispano, em Matosinhos, já confirmou a covid-19 como causa de morte da utente que morreu durante madrugada de sexta-feira. Contudo, por confirmar está ainda a causa de morte de outros dois utentes que sofriam de outras patologias graves.

A instituição revelou ainda que até às 17:30 de sexta-feira foram confirmados 28 casos positivos e 38 casos negativos, continuando a aguardar pela totalidade dos resultados aos testes efetuados aos idosos.

Entre os funcionários há dois casos positivos em duas auxiliares de ação direta na Área de Dependentes positivos, num total de nove.

O Lar do Comércio salientava que a prioridade é para já a separação dos casos positivos dos negativos, conforme as medidas do Plano de Contingência e de acordo com as orientações feitas pela Delegação de Saúde de Matosinhos durante uma visita à instituição na quinta-feira.

"A partir daí, informaremos os familiares do estado de saúde dos utentes", refere a instituição.

O lar, sublinha, contudo, que está a trabalhar em condições muito limitadas, uma vez que dos 144 funcionários, pouco mais de 90 se encontram no exercício das suas funções, para um universo de 203 utentes no Lar e 38 no SAD (Serviço de Apoio Domiciliário), pelo que pede a compreensão e a confiança dos familiares do utentes.

Os dados mais recentes divulgados hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS), revelam que há 23.392 casos confirmados do novo coronavírus em território nacional e 880 vítimas mortais.

Relativamente ao dia anterior, há mais 26 mortos (+3%) e mais 595 casos de infeção (+2,6%).

O número de casos confirmados desde o início da pandemia no concelho de Matosinhos é de 945, segundo a DGS.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)