Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Líbano: Governo aprova tribunal internacional

O governo libanês aprovou este sábado a criação de um tribunal internacional para julgar suspeitos do homicídio do antigo primeiro-ministro Rafic Hariri, apesar das oposições do movimento radical xiita Hezbollah e do presidente Emile Lahoud, pró-sírio.
25 de Novembro de 2006 às 20:15
Embora fosse esperada, a aprovação do governo, apoiado por Washington, tende a agravar a crise política no Líbano e dar origem a manifestações de rua do Hezbollah e dos seus aliados pró-sírios, com o objectivo de derrubar o primeiro-ministro Fouad Siniora.
Siniora declarou que a aprovação do tribunal internacional não constituía “uma provocação” contra os seus opositores.
Tanto o presidente Emile Lahoud como o presidente do Parlamento, Nabil Berri, já manifestaram a sua oposição a este tribunal. Lahoud considerou a reunião do executivo, deste sábado, inconstitucional devido à ausência de seis ministros.
O primeiro-ministro libanês afirmara que aceitaria adiar a reunião por uns dias, desde que os ministro que se demitiram no início do mês regressassem ao governo, tendo o movimento radical xiita ignorado o apelo.
Ver comentários