Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Linha SOS Voz Amiga em risco de fechar

A linha SOS Voz Amiga, de apoio a pessoas em risco de suicídio pode vir a ser suspensa devido a falta de verbas em consequência dos cortes nos subsídios atribuídos pelo Estado.
6 de Fevereiro de 2008 às 11:36
O SOS Voz Amiga recebia anualmente um subsídio do Ministério da Saúde no valor de dez mil euros, ao abrigo de uma portaria de 1997, segundo Paulo Silva, coordenador do serviço. No entanto, após a revogação desta portaria em 2006, o serviço não recebeu o subsídio correspondente a 2007.
Em 2006 foi publicado um decreto-lei que estabeleceu um novo quadro legal e novos princípios em relação à atribuição de apoios financeiros.
Este subsídio, em conjunto com outro de mais baixo valor atribuído pelo Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, também em falta, consiste no único meio de subsistência do SOS Voz Amiga, destinado ao pagamento da renda de casa, da empresa que efectua a contabilidade e dos técnicos de saúde mental, um psiquiatra e uma psicóloga, que supervisionam o serviço.
O Centro SOS Voz Amiga nasceu em 1978 e foi o primeiro telefone de ajuda em Portugal. Ajuda pessoas com apelos causados pela solidão, doença, ruptura nas relações familiares, toxicodependência e maus-tratos. Entre 2003 e Outubro de 2006, esta linha de emergência recebeu 21.176 chamadas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)