Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Maia quer testar à Covid-19 quatro mil professores e funcionários de escolas

Testagem será gratuita e facultativa. Iniciativa resulta de protocolo assinado pele câmara e a Cruz Vermelha Portuguesa.
Lusa 4 de Janeiro de 2021 às 16:58
Coronavírus
Coronavírus FOTO: Getty Images
Os profissionais das escolas da Maia vão poder fazer teste à covid-19 a partir de quarta-feira, avançou esta segunda-feira a câmara local, que estima chegar a cerca de 4.000 professores e funcionários de todos os graus de ensino.

A testagem será gratuita e facultativa, e a iniciativa resulta de um protocolo assinado pele câmara da Maia, no distrito do Porto, e a Cruz Vermelha Portuguesa.

"Ao disponibilizarmos a testagem de todos os funcionários e professores das escolas maiatas, estamos a contribuir para o arranque do segundo período em condições de segurança. O município tem estado na linha da frente do combate à pandemia, dando todas as condições possíveis para que consigamos ultrapassar este exigente desafio", refere o presidente da câmara da Maia, António Silva Tiago, citado em comunicado.

No total, a campanha poderá chegar a cerca de 4.000 professores e funcionários.

À Lusa, fonte da autarquia apontou que em causa estão todos os graus de ensino, do Básico ao Secundário, bem como os jardins de infância da rede social.

A campanha de testagem arranca quarta-feira e será feita por brigadas móveis da Cruz Vermelha Portuguesa que vão deslocar-se às sedes dos agrupamentos escolares do concelho, entre as 14:00 e as 20:00, para realizarem testes antigénio.

No comunicado, a câmara da Maia precisa que é exceção o agrupamento Doutor Vieira de Carvalho, em Moreira da Maia, cuja campanha será feita no parque de estacionamento da estação do Metro de Pedras Rubras, um posto fixo de testes ao novo coronavírus.

No sábado, será a vez dos funcionários do pré-escolar da rede solidária do concelho da Maia que também poderão fazer os testes no posto fixo.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.843.631 mortos resultantes de mais de 85 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 7.186 pessoas dos 431.623 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

O estado de emergência decretado em 09 de novembro para combater a pandemia foi renovado até 07 de janeiro, com recolher obrigatório entre as 23:00 e as 05:00 nos concelhos do território do continente de contágio mais elevado.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários