Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Milhares no funeral de Gemayel

Dezenas de milhares de pessoas concentraram-se na manhã desta quinta-feira no centro de Beirute para assitirem à cerimónia fúnebre de Pierre Gemayel, ministro libanês da Indústria, assassinado terça-feira na capital libanesa.
23 de Novembro de 2006 às 11:27
A cerimónia, iniciada pelas 13h00 locais (11h00 em Lisboa) na catedral de São Jorge dos maronitas no centro de Beirute, decorre sob fortes medidas de segurança devido à tensão em que o país se encontra, devido a um profunda divisão entre os grupos anti-sírios, aos quais pertencia Gemayel, e os pro-sírios, apoiantes do presidente libanês, Emile Lahud.
O acesso ao centro da cidade só pode ser feito a pé, a presença de viaturas só está autorizada a dirigentes governamentais e políticos.
Entre as dezenas de milhar de pessoas se encontram na Praça dos Mártires da capital, desde a primeiras horas da manhã, destacam-se bandeiras do Líbano e do Partido Kataeb (Falanges), juntamente com fotografias de Pierre Gemayel, e cartazes com palavras de ordem como "Líbano, nação de paz", "Não te esqueceremos" ou "Queremos a verdade".
Pierre Gemayel, assassinado terça-feira em Beirute, membro de uma poderosa família cristã maronita, é a quinta personalidade anti-síria morta desde o atentado que custou a vida, a 14 de Fevereiro de 2005, do antigo primeiro-ministro Rafic Hariri.
Ver comentários