Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Morreu a atriz Mary Tyler Moore

A artista morreu aos 80 anos.
25 de Janeiro de 2017 às 20:08
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte
Mary Tyler Moore, atriz, morte

 A atriz norte-americana Mary Tyler Moore, que protagonizou famosas séries televisivas, morreu hoje aos 80 anos, rodeada do seu marido e de amigos, informou a sua porta-voz Mara Buxbaum.

Mary Tyler Moore sofria de diabetes e tinha sido operada ao cérebro em 2011. Segundo o site TMZ e o jornal Los Angeles Times, a atriz tinha "uma série de problemas de saúde" e morreu no hospital.

A atriz distinguiu-se em particular na década de 1970, como protagonista da comédia Mary Taylor Moore Show, em que desempenhava o papel de Mary Richards, uma jornalista de Minneapolis, solteira, liberal, que desafiava princípios conservadores.

Ao longo de sete temporadas, a série televisiva foi distinguida com três Globos de Ouro e mais de 30 Emmys, entre os quais o de melhor comédia, cabendo à atriz sete nomeações e três vitórias, nos prémios norte-americanos de televisão.

O Dick Van Dyke Show, na década de 1960, dera a Mary Taylor Moore mais dois Emmys e dois Globos de Ouro, como melhor atriz de comédia.

No cinema destacam-se em particular as suas participações no musical de George Roy Hill, "Millie, Rapariga Moderna", em que contracenou com Julie Andrews, e o papel dramático em "Gente vulgar", como mãe que perdera um filho, desempenho muito afastado do seu registo de comédia, que lhe valeu o Globo de Ouro e uma nomeação para o Óscar de melhor atriz. "Gente vulgar" recebeu o Óscar de melhor filme em 1981 e deu o Óscar de melhor realizador a Robert Redford.

Na Broadway, destaca-se o prémio de melhor atriz em novo papel dramático, na peça "De quem é a vida afinal?", de Brian Clark.

Com a Mary Taylor Moore Enterprises produziu, entre mais de duas dezenas de títulos, séries como A Balada de Hill Street, Dr. Quinn (com a CBS), Os Julgamentos de Rosie O'Neill e Lou Grant, comédia que levava a primeiro plano o chefe de redação do Mary Tyler Moore Show (1970-1977).

Moore, que nasceu em Brooklyn e se mudou para a Califórnia em criança, foi uma ativista dos direitos dos animais e da diabetes, doença com que foi diagnosticada aos 30 anos.

Mary Tyler Moore atriz morte
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)