Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

"Nunca partilhei tanta emoção": Jorge Jesus reage à conquista da Supertaça sul-americana com o Flamengo

Técnico português disse nunca ter vivido nada semelhante.
Lusa 27 de Fevereiro de 2020 às 11:43
Jorge Jesus
Jorge Jesus
Jorge Jesus
Jorge Jesus
Jorge Jesus
Jorge Jesus
O treinador português Jorge Jesus, que na quarta-feira conquistou com o Flamengo a Supertaça sul-americana de futebol, ao vencer os equatorianos do Independiente Del Valle por 3-0, disse nunca ter vivido algo semelhante.

"Tantos jogos decisivos em 10, 15 dias, nunca tive isto na minha carreira desportiva. Fomos vencedores em todas", disse Jorge Jesus, acrescentando que o Flamengo "está habituado a conviver com a pressão, dada a presença habitual em finais".

O treinador português, que já ergueu cinco troféus com o Flamengo, e falhou apenas a conquista do Mundial de Clubes, frente aos ingleses do Liverpool (1-0), considerou ainda que essa pressão "nunca será maior do que a emoção".

"Nunca partilhei tanta emoção e tanta amizade como com os jogadores do Flamengo", acrescentou Jesus, que levou o 'Fla' à conquista da Taça Libertadores e do campeonato brasileiro, em 2019, e, já este ano, da Supertaça brasileira e da Taça Guanabara, a primeira volta do estadual carioca.

Jorge Jesus abordou ainda a forma como preparou a equipa ao intervalo para jogar com menos um jogador, dada a expulsão de William Arão logo aos 23 minutos, que isentou de culpas, brincando ainda com o selecionador Tite e comentando o processo de renovação do contrato.

"Sinto-me bem, sinto-me mais um, mesmo sendo o líder. Há uma ligação muito forte entre todos", disse o treinador português.

Depois do empate a dois golos no Equador, o conjunto brasileiro venceu por 3-0 o Independiente Del Valle, com tentos de Gabriel Barbosa, aos 19 minutos, e Gerson, aos 62 e 89, num embate em que atuou reduzido a 10 unidades desde os 23, por expulsão de Willian Arão.

"A equipa defendia bem, mas não conseguia organizar-se para sair para o ataque. Ao intervalo, falámos sobre jogar com menos um, mas disse-lhes que se estivéssemos bem posicionados não se notaria", explicou Jorge Jesus, que desculpou a entrada dura de Willian Arão.

Segundo o treinador, o jogador, que é uma das referências do futebol do Flamengo, estava a olhar para a bola e não se apercebeu que a jogada era perigosas e mal sentiu o que tinha feito pediu desculpa aos adeptos e o facto de a equipa ter vencido amenizou a situação.

Jorge Jesus, em jeito de brincadeira, disse ainda que o selecionador 'canarinho' Tite por certo não convocará nenhum jogador do Flamengo, pois "nenhum tem categoria para jogar na seleção do Brasil".

Quanto ao processo de renovação, disse que "as coisas têm andado bem" e a negociação deve avançar quando os seus agentes se deslocarem ao Brasil.

"Não trato diretamente disso. Há pessoas que falam por mim. Quando chegarem os meus agentes, isso deve-se resolver", disse Jorge Jesus, acrescentando que a última palavra será sempre sua.

Jorge Jesus Supertaça Independiente Del Valle Flamengo Fla Willian Arão Brasil desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)