Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

PJ pede "vontade política" para plataforma contra manipulação de provas desportivas

Lusa 6 de Junho de 2019 às 17:36

O inspetor-chefe da Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária (PJ) alertou hoje para a necessidade de haver maior "vontade política" para a criação formal de uma plataforma nacional contra a manipulação de provas desportivas.

"O artigo 13.º da Convenção Macolin, do Conselho da Europa, fala de uma plataforma nacional. A Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto (SEJD) tem tido muito sucesso no plano informal, mas é no plano formal que começam os problemas", disse José Ribeiro, esclarecendo: "Precisamos de recursos, mas precisamos, sobretudo, de vontade política. Esta ausência de decisões efetivas está a ser aproveitada por redes criminosas."

Na intervenção realizada na Conferência Internacional de Integridade Desportiva, na sede da PJ, em Lisboa, o responsável desta unidade - que teve na sua esfera, entre outros casos, a 'Operação Jogo Duplo', em 2016, que investigou práticas de corrupção ativa, corrupção passiva e ligações ao negócio das apostas -- vincou ser fundamental "que as sinergias sejam efetivas" entre a justiça, as federações e os operadores.