Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Sevilha 'de luxo' derrota Real Madrid

Equipa volta a entrar nas contas do título.
15 de Janeiro de 2017 às 22:19
FOTO: Reuters
O Sevilha, com uma excelente parte final do jogo, bateu este domingo o Real Madrid, por 2-1, e relançou a liga espanhola de futebol, que passa a ter três equipas separadas por apenas dois pontos no topo.

É certo que o Real tem um jogo a menos, contra o Valência, mas vê o Sevilha ficar a um ponto apenas - 40 para 39 - e o FC Barcelona a aproximar-se consideravelmente - tem 38, após golear no sábado o Las Palmas (5-0), para esta 18.ª jornada.

Cristiano Ronaldo, de grande penalidade, adiantou a formação campeã da Europa, aos 67 minutos, mas o Sevilha empatou graças a um autogolo de Sérgio Ramos, aos 85, acreditando a partir daí que podia ganhar no estádio Sánchez Pizjuan.

Os sevilhanos chegaram aos três pontos aos 90+2 minutos, com o golo do montenegrino Jovetic, servido por Vitolo.

Em ano de relativa quebra do Atlético de Madrid, o Sevilha vai-se assumindo bem como o terceiro 'grande' e continua sem descolar de Real Madrid e 'Barça', na luta do título.

Os pupilos do argentino Jorge Sampaoli, que continuam em prova na Liga dos Campeões, vingaram-se da melhor forma da eliminação ante os 'merengues' na Taça do Rei (3-0 e 3-3).

No sábado, já o FC Barcelona tinha cumprido mais que bem a sua obrigação, goleando o Las Palmas, por 5-0, com mais dois golos de Luis Suárez e um de Lionel Messi.

Também sábado, o Atlético de Madrid bateu o Bétis (1-0), com golo do antigo benfiquista Nico Gaitán.

Com 34 pontos, os 'colchoneros' seguem com 34 pontos, a quatro dos catalães e com mais três que o Villareal, que nesta ronda somou um 'nulo' na Corunha.

Hoje, mais cedo, o Valência deu um 'pequeno passo' no sentido da recuperação, ao receber e vencer o Espanyol, por 2-1.

O português Nani assistiu Martin Montoya para o 1-0, aos 17 minutos, e aos 73 Santi Mina elevou. O tento de honra da equipa de Barcelona chegou ao 85, marcado por David López.

Destaque no jogo para a ampla contestação dos adeptos ao empresário Peter Lim, dono do clube: milhares pediram publicamente a saída do investidor de Singapura.

O Valência é 17.º, com 16 pontos, apenas um lugar acima da zona de descida mas agora com mais quatro pontos que o Sporting de Gijón, hoje derrotado em casa pelo Eibar.

Igualmente hoje, o Granada, com Rúben Vezo a titular, empatou a um golo com o Osasuna - resultado que não pode agradar a nenhum deles, que são penúltimo e último e assim ficam mais distantes da salvação.

Finalmente, o Celta derrotou por 1-0 o Alavés e já é sétimo, com 27 pontos, entrando na zona 'europeia' do campeonato.
Sevilha Real Madrid Valência Cristiano Ronaldo desporto futebol
Ver comentários