Barra Cofina

Correio da Manhã

Vidas em quarentena

"É giro falar com os colegas no PC": Erik e Isabel, mãe e filho, na escola virtual

Criança de nove anos teve terça-feira, pela primeira vez, aulas por videochamada.
Vanessa Fidalgo 17 de Abril de 2020 às 01:30
Isabel e Erik vivem dias diferentes
Isabel e Erik vivem dias diferentes FOTO: CMTV
Isabel Ventura é mãe de Erik, de nove anos, que terça-feira teve pela primeira vez aulas por videochamada.

"Correu bem e ele está a gostar muito. Ele estava muito saturado de estar em casa, sem ver os coleguinhas e sem aprender as matérias que estavam para ser lecionadas", conta igualmente entusiasmada a mãe.

"Eles têm as aula por videochamada através de uma plataforma que é o Zoom. Depois passam para uma outra plataforma, que é a Escola Virtual, onde fazem os exercícios", relata.

As aulas em casa começam às 9h00, cumprindo um horário que o professor forneceu, sendo "muito semelhante àquele que tinham na escola".
Cada professor tem a sua própria sala de aula virtual, na qual os alunos entram com um ‘id’ fornecido também pela escola, por email, para que todos possam comparecer à chamada.

Já Erik pode achar as matérias muito interessantes nesta nova forma de aprender, mas "o mais giro mesmo é falar com os amigos através do computador". Para conversar usa um chat’, associado à mesma plataforma.

As aulas virtuais do terceiro período vão, sempre que possível, decorrer com a vigilância e o apoio de Isabel, a mãe, que é médica e por isso tem que continuar a sair de casa para trabalhar.

"Mas o Erik sabe que na altura da escola tem que se focar, mesmo sendo mais difícil do que quando está presencialmente nas aulas. Mas ele é muito despachado e organiza-se bem. O Erik sabe que nesta altura todos temos de fazer um esforço adicional", conta.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)