Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

100 anos de Joel Pina celebrados no São Luiz

Mais antigo músico do fado vai atuar na festa de homenagem que se realiza esta quinta-feira.
Duarte Faria 23 de Setembro de 2020 às 08:36
100 anos de Joel Pina celebrados no São Luiz
100 anos de Joel Pina celebrados no São Luiz FOTO: direitos reservados
Sete meses depois de ter completado um século de vida, o guitarrista Joel Pina é publicamente homenageado esta quinta-feira com um espetáculo no Teatro São Luiz, em Lisboa, às 21h00, promovido pelo Museu do Fado. O concerto juntará fadistas de várias gerações, que vão prestar tributo ao mais antigo músico do fado, que também vai participar na festa - isto apesar de, em maio último, ter sido operado ao colo do fémur. Está recuperado.

O concerto, que se realiza na Sala Luís Miguel Cintra, terá a duração de duas horas e, devido às medidas de segurança por causa da Covid-19, está limitado a 372 pessoas. Mas ainda há bilhetes à venda, entre os 13 e os 17 euros. A direção musical está entregue a Pedro Castro.

Figura central da história do fado, Joel Pina nasceu no mesmo ano de Amália Rodrigues, que acompanhou em palco durante 29 anos. Músico e professor, introduziu a viola baixo no fado. António Parreira descreveu-o como “o melhor baixista português de todos os tempos”. Maria Teresa de Noronha, Tony de Matos, Fernando Maurício, Teresa Tarouca, Cristina Branco, Joana Amendoeira e muitos outros tiveram-no ao seu lado. Ainda este ano, a história da sua vida vai dar origem a um livro.


saiba mais
17
de fevereiro de 1920 foi a data de nascimento de Joel Pina, embora só tenha sido registado dois dias depois. É do Rosmaninhal, Idanha-a-Nova.

Mais de 300 discos
Viajou um pouco por todo o Mundo, com os grandes nomes do fado, e gravou mais de três centenas de discos. Continua a subir ao palco com João Braga.

Centenário de Amália
O espetáculo estava previsto para março mas foi adiado devido à pandemia. Realiza-se agora no âmbito das celebrações do centenário de Amália.
Lisboa Joel Pina Teatro São Luiz Museu do Fado Amália Rodrigues artes cultura e entretenimento música
Ver comentários