Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

‘1917’ e ‘Listen’ foram os filmes mais vistos em Portugal

Filme chinês ‘Os Oitocentos’ liderou box office, seguido de ‘Bad Boys Para Sempre’.
Sónia Dias 21 de Dezembro de 2020 às 08:38
‘1917’, de Sam Mendes, recebeu três Óscares de Hollywood
Lúcia Moniz em ‘Listen’, de Ana Rocha de Sousa
‘1917’, de Sam Mendes, recebeu três Óscares de Hollywood
Lúcia Moniz em ‘Listen’, de Ana Rocha de Sousa
‘1917’, de Sam Mendes, recebeu três Óscares de Hollywood
Lúcia Moniz em ‘Listen’, de Ana Rocha de Sousa
Este foi um ano atípico para o cinema mundial, com os estúdios a serem obrigados a adiar estreias e a remeterem outras para os serviços de streaming. Só em Portugal, as salas perderam mais de 90% das suas receitas durante os meses de confinamento.

De acordo com os números divulgados pelo ICA - Instituto do Cinema e do Audivisual (até 16 de dezembro)-, ‘1917’ foi o filme mais visto do ano. A película assinada pelo realizador Sam Mendes, e vencedora de três Óscares, estreou em Portugal a 23 de janeiro e rendeu mais de 1,8 milhões de euros em receitas de bilheteira. ‘Bad Boys Para Sempre’ e ‘Birds of Prey (e a Fantabulástica Emancipação De Uma Harley Quinn)’ compõem o pódio.

No que diz respeito à produção nacional, ‘Listen’, de Ana Rocha de Sousa, foi o filme mais visto. Contudo, rendeu pouco mais de 210 mil euros, uma vez que estreou em outubro, tendo sido altamente afetado pela pandemia.

No entanto, isso não impediu o filme chinês ‘Os Oitocentos’ (The Eight Hundred) de liderar a tabela dos mais vistos em todo o Mundo. O filme, que estreou no verão nos mercados asiático e britânico, faturou mais de 376 milhões de euros. Logo a seguir surgem ‘Bad Boys Para Sempre’ (347 milhões) e ‘Tenet’ (294 milhões).

PORMENORES
Produção nacional
‘O Filme do Bruno Aleixo’, Pedro Santo e João Moreira, foi o segundo filme mais visto do ano em Portugal, seguido de ‘O Ano da Morte de Ricardo Reis’, de João Botelho, e ‘A Ordem Moral’, de Mário Barroso, com Maria de Medeiros.

Afastado dos Óscares
A Academia de Cinema de Hollywood rejeitou a candidatura portuguesa de ‘Listen’ para o Óscar de Melhor Filme Internacional, por não ter pelo menos metade do filme falado em língua não inglesa. A realizadora Ana Rocha de Sousa vai contestar a decisão.
Ver comentários