Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Adeus fundador olá êxito

É uma das histórias mais estranhas do blues-rock: o guitarrista PETER GREEN, o baixista John McVie e o baterista Mick Fleetwood cruzaram-se como músicos de apoio ao lendário John Mayall, constituindo uma das muitas versões dos Bluesbreakers.
22 de Maio de 2005 às 00:00
Durou pouco – o trio emancipou--se e fundou os Fleetwood Mac, nos finais de 1967. Com algumas canções de êxito (uma versão de ‘Black Magic Woman’, por exemplo) e grande apetência pelo palco, mantiveram-se juntos até 1970.
Green, ‘atacado’ por uma crise mística, abandonou o grupo e só voltaria à música anos depois. McVie e Fleetwood ensaiaram vários elencos mas só em 1975 acertaram no alvo, com a chegada de Christine McVie, Lindsay Buckingham e Stevie Nicks.
Entre outros feitos, foi este quinteto que assinou ‘Rumours’, em 1977, um dos álbuns mais vendidos de sempre. Green nunca mais voltou a integrar nenhum ‘top’.
Ver comentários