Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

Amália Rodrigues com exposição inédita em Lisboa

Para ver está a evolução das tecnologias que serviram e permitiram difundir pelo Mundo a voz da diva do fado.
Miguel Azevedo 19 de Setembro de 2020 às 09:49
Amália Rodrigues
Amália Rodrigues FOTO: João Paulo Trindade
Equipamentos utilizados nas gravações, aparelhos audiovisuais, fotografias, edições discográficas que incluem inéditos, cartazes de espetáculos ou recortes de imprensa, entre outros materiais dedicados à carreira de Amália Rodrigues, podem ser vistos agora na exposição inédita ‘Amália e os Média - Um Ensaio’, patente na Fundação Portuguesa das Comunicações na Rua do Instituto Industrial, em Lisboa.

A mostra segue a carreira da diva do fado através da evolução das tecnologias de comunicação e meios de gravação desde a década de 1940.

Desenvolvida em diversos “atos”, o percurso expositivo “inicia-se com uma mostra de recortes de jornais, no sentido de mostrar ao público a dimensão de Amália na imprensa (nacional e internacional)”. Seguem-se equipamentos utilizados nas gravações de estúdio por Amália, entre outros materiais. “Os visitantes poderão testemunhar a evolução dos meios de gravação da voz de Amália Rodrigues, e conhecer a tecnologia que serviu e permitiu difundir pelo mundo inteiro a intérprete conhecida como ‘A Voz de Portugal’”, refere a apresentação da exposição.

‘Amália e os Média - Um Ensaio’ faz parte da programação do centenário do nascimento de Amália Rodrigues, assinalado no passado dia 23 de julho, e fica patente até ao dia 7 de dezembro.

Recorde-se que Amália Rodrigues morreu a 06 de Outubro de 1999, aos 79 anos.
Ver comentários