Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Cerimónia dos Globos de Ouro marcada por falhas tecnológicas e polémica

Responsável pela atribuição dos prémios criticada pela falta de elementos negros.
Rafael Grau e Marta Ferreira 1 de Março de 2021 às 09:18
'The Crown' foi a série mais premiada
Globos de Ouro 2021: Chadwick recebeu globo a título póstumo
Globos de Ouro 2021
'The Crown' foi a série mais premiada
Globos de Ouro 2021: Chadwick recebeu globo a título póstumo
Globos de Ouro 2021
'The Crown' foi a série mais premiada
Globos de Ouro 2021: Chadwick recebeu globo a título póstumo
Globos de Ouro 2021

A 78.ª edição dos Globos de Ouro contou este ano com uma transmissão online e ficou marcada por polémicas. A cerimónia decorreu durante a madrugada de domingo para segunda-feira e foi apresentada por Tina Fey e Amy Poehler, remotamente conectadas a partir de Nova Iorque e Beverly Hills, respetivamente. A cerimónia ficou marcada por várias controvérsias.

Devido à pandemia da Covid-19, a apresentação foi realizada com a ausência de público e os premiados foram contactados por videochamadas, o que desencadeou diversos problemas tecnológicos, nomeadamente, a má qualidade de imagem e cortes da transmissão dos diretos.

A Hollywood Foreign Press Association (HFPA) é a organização (composta por jornalistas) responsável por atribuir os prémios anualmente e, este ano, foi alvo de polémicas pela forma como está estruturada.

As apresentadoras foram as primeiras a revelar o descontentamento pela falta de jornalistas negros que compõem a HFPA, declaração que foi reforçada por Sterling K. Brown revelou, com ironia: "It´s good to be Black… back!... at the Golden Globes" ("É bom ser negro nos… estar de volta!... aos Globos de Ouro").

Os 28 galardoados dos Globos não reagiram à polémica, de onde a Netflix saiu como a maior vencedora da noite.

"The Crown" foi a série mais premiada da plataforma, distinguida em todas as categorias em que participou. O ator John O’Connor, Emma Corrin e Gillian Anderson foram reconhecidos como melhor ator, melhor atriz e melhor atriz secundária, respectivamente.

"Normadland" foi considerado o melhor filme de drama e teve Chloé Zhao como diretor distinguido, já "Borat 2" conquistou o globo de melhor filme de comédia ou musical.

"Minari" foi eleito o melhor filme em língua estrangeira e "Soul" foi escolhido como melhor filme de animação e nomeado com o globo de melhor banda sonora.

As indicações aos Óscares serão anunciadas a 15 de março.

Veja a lista completa de todos os vencedores: 

MELHOR FILME – DRAMA 
"Nomadland – Sobreviver na América"

MELHOR ATOR – DRAMA
Chadwick Boseman, "Ma Rainey: A Mãe do Blues" 

    MELHOR ATRIZ – DRAMA
    Andra Day, "Estados Unidos vs. Billie Holiday" 

    MELHOR FILME COMÉDIA OU MUSICAL
    "Borat Subsequent Moviefilm" 

    MELHOR ATOR – COMÉDIA OU MUSICAL
    Sacha Baron Cohen, "Borat Subsequent Moviefilm"

    MELHOR ATRIZ – COMÉDIA OU MUSICAL
    Rosamund Pike,"I Care a Lot" 

    MELHOR ATOR SECUNDÁRIO
    Daniel Kaluuya, "Judas and the Black Messiah" 

    MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA
    Jodie Foster, "The Mauritanian" 

    MELHOR REALIZADOR
    Chloé Zhao, "Nomadland – Sobreviver na América"

    MELHOR ARGUMENTO
    Aaron Sorkin, "Os 7 de Chicago" 

    MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
    Soul 

    MELHOR FILME DE LÍNGUA ESTRANGEIRA
    "Minari", Estados Unidos

    MELHOR BANDA-SONORA ORIGINAL
    Atticus Ross, Trent Reznor, Jon Batiste, "Soul"

    MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
    "Io sì", "Uma Vida à Sua Frente" 

    MELHOR SÉRIE DE TELEVISÃO – DRAMA
    "The Crown" 

    MELHOR SÉRIE DE TELEVISÃO – COMÉDIA
    "Schitt’s Creek" 

    MELHOR MINISSÉRIE OU TELEFILME
    "The Queen’s Gambit"

    MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE TELEVISÃO – DRAMA
    Catherine O’Hara, "Schitt’s Creek"

    MELHOR ATOR EM SÉRIE EM TELEVISÃO – COMÉDIA
    Jason Sudeikis, "Ted Lasso"

    MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
    Anya Taylor-Joy, "The Queen’s Gambit"

    MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU TELEFILME
    Mark Ruffalo, "I Know This Much Is True"

    MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA EM TELEVISÃO
    Gillian Anderson, "The Crown" 

    MELHOR ATOR SECUNDÁRIO EM TELEVISÃO
    John Boyega, "Small Axe"

    HFPA Globos de Ouro artes cultura e entretenimento cinema The Crown Normadland Borat
    Ver comentários