Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

Coppola dá nova versão ao final de ‘O Padrinho’

Ainda sem título em português, novo final chega às salas em dezembro.
Miguel Azevedo 8 de Setembro de 2020 às 08:36
‘O Padrinho III’ de Francis Ford Coppola estreou em todo o mundo há trinta anos. Al Pacino protagonizou
‘O Padrinho III’ de Francis Ford Coppola estreou em todo o mundo há trinta anos. Al Pacino protagonizou FOTO: Direitos Reservados

Trinta anos depois da estreia, o terceiro e último filme da saga ‘O Padrinho’ vai ter um novo final. O realizador Francis Ford Coppola decidiu refazer o fim da história da família Corleone e já garantiu que esta terá agora "uma conclusão mais adequada" aos dois primeiros filmes. A nova versão, intitulada ‘Mario Puzo’s The Godfather, Coda: The Death of Michael Corleone’ (ainda sem título em português) deverá poder ser vista nas salas de cinema em dezembro. "Para esta versão do final, criei um novo começo e fim, e reorganizei algumas cenas, tomadas e entradas de música", fez saber o realizador de 81 anos.

A nova versão envolveu uma "restauração cuidadosa quadro a quadro" do filme original e a inclusão de material inédito. O trabalho durou seis meses a concluir. Teve, no entanto, de ser interrompido por causa da pandemia de Covid-19 e só foi concluído remotamente.

Apesar de não ter sido aclamado pela crítica nos dois primeiros, "O Padrinho III" foi indicado a sete Óscares, incluindo na categoria de melhor filme. Lançado 16 anos após a segunda longa-metragem da trilogia, o ‘Padrinho III’ mostra Michael Corleone (Al Pacino), aos 60 anos, a tentar tirar a sua família do mundo da máfia e do crime.

O trabalho agora desenvolvido, que incluiu também consertar arranhões e manchas nos negativos originais, foi supervisionado de perto pelo próprio Coppola, "garantindo que o filme atendesse aos seus padrões pessoais e visão de direção".

Ver comentários