Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Cultura é das áreas mais prósperas na economia da UE e pode ser solução para crise, avança estudo

Investimento na área é solução para revitalizar a economia europeia, devastada pelas restrições no combate à Covid-19.
Lusa 26 de Janeiro de 2021 às 18:41
Governo dá 42 milhões a fundo perdido para apoiar a Cultura devido à Covid-19
Governo dá 42 milhões a fundo perdido para apoiar a Cultura devido à Covid-19 FOTO: CMTV
O investimento na Cultura é uma das soluções para revitalizar a economia europeia, devastada pelas restrições no combate à covid-19, revela um estudo encomendado pelo GESAC, que coloca o setor entre os mais prósperos e lucrativos da Europa.

Os resultados do estudo levado a cabo pela consultora internacional EY, encomendado pelo Grupo Europeu de Sociedades de Autores e Compositores (GESAC), foram divulgados hoje, em Bruxelas, e mostram que as indústrias culturais e criativas (ICC) constituem "uma parte significativa da solução que tem ser encontrada para a Europa", e superam expectativas de serem 'apenas' mais um setor para ajudar a sair da crise.

Intitulado "Reconstruir a Europa: a economia cultural e criativa antes e depois da covid-19", o estudo reúne os números por detrás da próspera economia cultural e criativa da Europa, antes da pandemia, assim como os efeitos nefastos do encerramento dos estabelecimentos e das medidas sanitárias adotadas.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Cultura UE GESAC Europa economia negócios e finanças política
Ver comentários