Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Disney proíbe cigarros

Medida alargada a todos os estúdios que trabalham com o grupo.
Sónia Dias 15 de Março de 2015 às 09:28
Glenn Close na pele de Cruella de Vil, a vilã de ‘101 Dálmatas’
Glenn Close na pele de Cruella de Vil, a vilã de ‘101 Dálmatas’ FOTO: D.R.

A Disney decidiu alargar a sua lei antitabaco a todos os estúdios com que trabalha, nomeadamente a Marvel, a Pixar e LucasFilm, de George Lucas.

A medida, anunciada esta semana pelo presidente do grupo, Bob Iger, aplica-se a todos os filmes com classificação para menores de 13 anos, o que abrange a totalidade das películas criadas na fábrica de conteúdos focados nos públicos infantil, juvenil e famílias.

"Acho que é o mais correto", disse Iger, acrescentando que poderá ser aplicada uma exceção em filmes que se centrem em personagens históricos, para os quais fumar seja uma característica importante, como foi o caso de Abraham Lincoln (‘Lincoln’, realizado em 2012 por Steven Spielberg e interpretado por Daniel Day-Lewis).

Curiosamente, em ‘Ao Encontro de Mr. Banks’ (2013), sobre Walt Disney, Tom Hanks foi proibido de retratar o bem documentado vício do tabaco do fundador dos estúdios Disney, que morreu em 1966 com cancro do pulmão.

Desde 2007 que a Disney proíbe os cigarros nos seus filmes, por acreditar que pode influenciar negativamente os mais jovens. Contudo, esta é a primeira vez que a regra abrange outros estúdios. A Marvel, por exemplo, responsável por ‘O Homem de Ferro’, ‘Thor’ e ‘Guardiões da Galáxia’, mostra personagens a fumar em 43% das suas películas.

disney cigarros estúdios