Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Estado perdeu o rasto a 94 obras de arte

Ministra da Cultura diz que não se pode perder mais tempo com inventários.
Mariana Lopes e M.A. 29 de Janeiro de 2020 às 18:00
Graça Fonseca
algumas obras da Coleção BPN
algumas obras da Coleção BPN
Graça Fonseca
algumas obras da Coleção BPN
algumas obras da Coleção BPN
Graça Fonseca
algumas obras da Coleção BPN
algumas obras da Coleção BPN
Apesar de ainda estarem por localizar 94 obras de arte contemporânea da coleção do Estado (algumas desde a década de 1990), a ministra da Cultura, Graça Fonseca, revelou ontem que o relatório "está concluído". Contas feitas, das 156 obras que havia por localizar no inicio de 2000, data em que começou o inventário, só foi possível identificar 62 obras até dezembro do ano passado.

"O Ministério da Cultura não tem competência em matéria de investigação criminal e portanto o relatório será comunicado à Procuradoria-Geral da República, que tem competências na matéria, porque nós não podemos andar desde os anos 90 nesta dinâmica de relatório em relatório e mais tentativa de inventário", explicou Graça Fonseca, sem esclarecer se dá as obras como perdidas.

"Foi apurado o que foi possível apurar, o passado será reportado à PGR e a nós compete-nos prosseguir para o futuro", rematou a ministra que esta terça-feira, no Forte de Sacavém, em Loures, anunciou a compra da coleção BPN pelo valor de cinco milhões de euros. "São mais de 196 obras, essencialmente de artistas portugueses. Esta coleção estava há muito tempo para ingressar na coleção do Estado."

PORMENORES
Vieira da Silva em Lisboa
Os quadros da pintora Vieira da Silva da Coleção BPN, atualmente em depósito na Fundação Arpad Szenes, irão manter-se naquela instituição, em Lisboa, apesar de o acervo do antigo banco, agora integrado na Coleção do Estado, ir para Coimbra.

Miró fica no Porto
A Coleção BPN ficará na cidade de Coimbra por 25 anos, um contrato renovável por igual período, tal como aconteceu com as obras do pintor espanhol Joan Miró, também pertencentes à Coleção BPN, que ficaram no Porto. Estão depositadas na Fundação de Serralves.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)