Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Globos de Ouro distinguem atriz transgénero

Michaela Jaé Rodriguez, de ‘Pose’, recebeu o prémio de Melhor Atriz.
Miguel Azevedo 11 de Janeiro de 2022 às 08:54
O desempenho 
de Michaela 
Jaé Rodriguez na série ‘Pose’ mereceu a distinção da HFAA
O desempenho 
de Michaela 
Jaé Rodriguez na série ‘Pose’ mereceu a distinção da HFAA FOTO: direitos reservados
Uma atriz transgénero e um sul-coreano premiados pela primeira vez foram as grandes novidades da 79ª edição dos Globos de Ouro. Boicotada pelo canal NBC, Netflix e Amazon, e pelos anunciantes por causa da polémica que no ano passado sobre ela se abateu, a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood anunciou no domingo, online, os vencedores, sem qualquer glamour.

Michaela Jaé Rodriguez, pelo desempenho em ‘Pose’, recebeu o prémio de Melhor Atriz em série dramática, tornando-se na primeira transgénero distinguida. Já o ator O Yeong-su, estrela de ‘Squid Game’, venceu o prémio de Melhor Ator Secundário, sagrando-se o primeiro sul-coreano a ganhar um Globo. Entre os premiados deste ano em televisão, o destaque maior vai para a série ‘Succession’ (HBO), que conquistou três Globos: Melhor Série Dramática, Melhor Ator em Série Dramática, para Jeremy Strong, e Melhor Atriz Secundária, para Sarah Snook. No cinema, ‘O Poder do Cão’ foi o Melhor Filme Dramático, e deu ainda o prémio de Melhor Ator Secundário a Kodi Smith-McPhee e de Melhor Realização para Jane Campion. Já Nicole Kidman venceu o prémio Melhor de Atriz em Filme Dramático por ‘Being the Ricardos’. ‘West Side Story’, de Steven Spielberg, arrecadou três Globos: Melhor Filme Musical ou Comédia, Melhor Atriz (Rachel Zegler) e Melhor Atriz Secundária (Ariana DeBose).

Edição de 2022 pode ter sido a última
Devido ao escândalo que envolveu a Associação da Crítica Estrangeira em Hollywood (HFPA), em 2021 (em causa práticas questionáveis, conflitos éticos e ausência de diversidade e inclusão), já se especula, em Hollywood, que este poderá ter sido o último ano dos Globos de Ouro (começaram em 1944). Este ano, recorde-se, não houve cerimónia, nem passadeira vermelha ou emissão televisiva. Foi tudo divulgado online.

Ver comentários