Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Guitarrista dos Korn chama "cobarde" a Chester Bennington

Comentário causou enorme polémica na Internet.
Catarina Figueiredo 22 de Julho de 2017 às 12:00
Chester Bennington tinha 41 anos
Chester Bennington tinha 41 anos
Chester Bennington tinha 41 anos
Chester Bennington tinha 41 anos
Brian 'Head' Welch, o guitarrista da banda Korn
Brian 'Head' Welch, o guitarrista da banda Korn
Brian 'Head' Welch, o guitarrista da banda Korn
Chester Bennington tinha 41 anos
Chester Bennington tinha 41 anos
Chester Bennington tinha 41 anos
Chester Bennington tinha 41 anos
Brian 'Head' Welch, o guitarrista da banda Korn
Brian 'Head' Welch, o guitarrista da banda Korn
Brian 'Head' Welch, o guitarrista da banda Korn
Chester Bennington tinha 41 anos
Chester Bennington tinha 41 anos
Chester Bennington tinha 41 anos
Chester Bennington tinha 41 anos
Brian 'Head' Welch, o guitarrista da banda Korn
Brian 'Head' Welch, o guitarrista da banda Korn
Brian 'Head' Welch, o guitarrista da banda Korn
Brian "Head" Welch, o guitarrista da banda Korn, deixou a internet em alvoroço ao partilhar uma mensagem nas redes sociais onde chama "cobarde", a Chester Bennington, horas depois de este cometer suícidio, aos 41 anos.

"Abandonar os filhos, os fãs e a vida é algo muito cobarde", escreveu o artista de 47 anos, colega de profissão do vocalista dos Linkin Park.



O músico não esconde a sua revolta na publicação, relembrando o seu próprio exemplo de alguém que também já sofreu de depressão e transtornos mentais, tal como Bennington.

"Estou farto desta m*rda do suicídio! Já sofri de depressão e doença mental, e estou a tentar mostrar empatia, mas é complicado quando estamos zangados! Já chega!", pode ler-se na mensagem partilhada que imediatamente foi alvo de critícas de internautas e fãs do vocalista dos Linkin Park.

Horas depois, Brian "Head" Welch voltou a recorrer às redes sociais para justificar as palavras usadas na publicação, dizendo estar a passar por uma "série de emoções fortes".



"Eu não queria soar tão insensível em relação ao Chester. Estou a lidar com uma grande quantidade de emoções. Adoro-te Chester", escreveu o artista.

Já no dia seguinte, o músico publicou ainda uma fotografia do amigo, na tentatva de fazer perdurar as "memórias felizes".

"Depois do choque de ontem estou a tentar focar-me nas memórias positivas, como desta vez em que o Chester fez a minha filha Jennea sorrir durante o Natal", pode ler-se.



Rapidamente, o artista voltou a ser atacado e alguns utilizadores do Facebook até o acusaram de estar a remidir-se "forçadamente" pelo que disse anteriormente.

"Depois de a tua reação cruel de ontem parece que estás a tentar redimir-te de uma forma muito forçada. Deixar de te seguir é o melhor a fazer", escreveu um internauta na caixa de comentários da publicação.

Chester Bennington, o vocalista dos Linkin Park, suicidou-se aos 41 anos, na quinta-feira, dia 20 de julho, a data de aniversário de Chris Cornell, amigo de longa data do artista e que também se suicidou em maio deste ano.
Ver comentários