Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

"Liberdade religiosa não pode ser afetada": Ministra da Cultura diz que Constituição não permite restrição às missas

Graça Fonseca referiu-se à comparação que tem sido feita entre as celebrações religiosas e os eventos culturais.
Correio da Manhã 14 de Janeiro de 2021 às 18:45
Graça Fonseca, ministra da Cultura
Graça Fonseca, ministra da Cultura FOTO: Lusa
"Realço que em momento algum foi suspenso o direito à liberdade religiosa". Foi assim que Graça Freitas respondeu esta sexta-feira às perguntas dos jornalistas, relativamente à comparação que tem sido feita, no âmbito das novas restrições para travar a Covid-19, de não estarem permitidos quaisquer espetáculos ou atividades culturais, enquanto são permitidos cultos e celebrações religiosas.

A ministra da Cultura socorreu-se da Constituição para defender o princípio da liberdade religiosa. "Não há nenhuma alteração ao que o Governo decretou no primeiro confinamento. A liberdade religiosa não pode ser minimamente afetada. É isso que se trata na comparação que tenho ouvido", atirou, justificando a decisão que tem gerado polémica entre profissionais do setor da Cultura.

"Entendemos a frustração e impacto que a decisão que tem, mas realço que ontem e hoje morreram 150 pessoas em Portugal. Estamos confrontados com situação pandémica, que tem que nos fazer reagir a todos. A decisão do governo é a regra, e a regra é ficar em casa. Temos que aderir à regra e não à exceção.", concluiu.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Graça Freitas Cultura religião Covid-19 restrições medidas apoios missas espetáculos
Ver comentários