Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Morreu o autor do livro ‘A Fogueira das Vaidades’

Americano Tom Wolfe tinha 88 anos e estava internado num hospital de Nova Iorque.
Ana Maria Ribeiro 16 de Maio de 2018 às 01:30
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tom Wolfe
Tornou-se famoso em Portugal graças ao romance ‘A Fogueira das Vaidades’, que deu um filme com Tom Hanks e Bruce Willis em 1990, e desde então ficou no radar dos leitores lusos.

Tom Wolfe, escritor de ‘apenas’ quatro romances e que é conhecido sobretudo pela obra ensaística – que pinta com rigor os vícios americanos – morreu na segunda-feira, aos 88 anos, no hospital de Nova Iorque, no qual estava hospitalizado com uma infeção.

Um dos fundadores do Novo Jornalismo, ao lado de figuras como Joan Didion e Truman Capote, nasceu na Virgínia, EUA, em 1930, e começou a publicar em jornais assim que saiu da faculdade. Aos 35 anos já era um autor celebrado pelos seus escritos, mas o primeiro romance – precisamente ‘A Fogueira das Vaidades’ – só aconteceria aos 57.

Depois disso, só escreveu mais três e foram todos publicados em Portugal pela D. Quixote, exceto o último (ver infografia), lançado em 2012, quando já tinha 82 anos.

Tom Wolfe era também conhecido pela figura: vestia-se como um dandy (tinha 40 fatos de três peças) e adorava provocar polémica. Deixa viúva a ex-diretora artística da revista ‘Harper’s Bazaar’, Sheila Berger, de quem teve dois filhos. 
artes cultura e entretenimento Sheila Berger Virgínia Truman Capote Nova Iorque Tom Hanks Tom Wolfe Portugal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)