Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Paus no B.Leza em modo ‘Yess’

Espaço do Cais do Sodré foi o cenário escolhido para a primeira apresentação ao vivo do novo disco.
Pedro Rodrigues Santos 17 de Janeiro de 2020 às 20:22
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’
Paus no B.Leza em modo ‘Yess’

Divertido e bem "esgalhado" o concerto dos Paus esta quinta-feira à noite em Lisboa, na estreia ao vivo do novo álbum ‘Yess’ por terras lusas.

Oleados quanto baste, depois de um bem-sucedida digressão pelo Brasil no último mês, o quarteto lisboeta mostrou num B.Leza, que merecia estar bem mais cheio, de que texturas são feitas as dez canções do disco.

Sim, sente-se uma fusão ainda maior entre o rock e a electrónica do que no anterior álbum ‘Madeira’, com picos de psicadelismo sónico, mas, desta vez, com outras sonoridades.

O que já se pressentia no EP digital ‘LXSP’, repleto de colaborações com figuras alternativas dos novos sons brasileiros, sente-se agora em toda a sua plenitude em ‘Yess’.

Aliás, para quem esperava ver as baterias de Hélio Morais e Quim Albergaria no palco em estilo siamês, terá ficado desiludido.

Agora estão mais distantes do que nunca, mas sempre em disputa feroz, enquanto Makoto Yagyu no baixo, e Fábio Javelim, nas teclas, se mantêm quase em fundo de cenário.

E o enorme espaço vazio ganhou, por fim, razão de ser quando Albergaria pousa as baquetes, salta da bateria e, de microfone em punho, ao melhor estilo incendiário, vai para o meio do palco testar a resistência das gargantas em coro da audiência.

Se esta passar a ser a regra, adivinham-se atuações bem diferentes do que os Paus já habituaram o seu público.

Para já, os próximos concertos da digressão de ‘Yess’ acontecem a 24 de janeiro em Coimbra, no Salão Brazil, e no Hard Club do Porto no dia seguinte.

Estão igualmente confirmadas passagens pelos festivais Clap Your Hands Say Fest (Leiria), a 14 de fevereiro, Sons de Vez (Arcos de Valdevez), a 14 de março, e Walk & Dance (Freamunde), a 10 de abril.

B.Leza Yess Cais do Sodré Paus Quim Albergaria artes cultura e entretenimento música
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)