Rami Malek é um Freddie Mercury cheio de carisma

Desempenho do protagonista de ‘Bohemian Rhapsody’ tem sido unanimemente elogiado pela crítica.
Por Ana Maria Ribeiro|31.10.18
Apesar de ter sido despedido antes da fase de pós-produção, é Bryan Singer quem assina, sozinho, a realização de ‘Bohemian Rhapsody’, o filme que conta a história da formação e ascensão da banda britânica Queen e que estreia amanhã nas salas de cinema.

O melhor da obra é o protagonista, Rami Malek – abençoada a hora em que Sacha Baron Cohen abandonou o projeto! Os críticos são unânimes em considerar que Rami tem a energia, o carisma e a exuberância sexual necessárias para dar corpo a uma personagem tão excêntrica e fora do comum como foi Freddie Mercury (1946-1991). Depois, há a música, claro.

A história dos Queen faz-se de uma sucessão de canções inesquecíveis, a que é impossível resistir, e grande parte delas passa pela banda sonora deste filme. No outro lado da balança, porém, houve quem achasse que há pouco foco nos dramas pessoais do cantor – e demasiado na história do grupo.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!