Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

‘Tenet’ é o primeiro grande filme da era Covid-19

Rodado em sete países, é uma das grandes apostas para a retoma da sétima arte.
Miguel Azevedo 25 de Agosto de 2020 às 08:23
John David Washington assume o papel principal nesta viagem de inversão no tempo
John David Washington assume o papel principal nesta viagem de inversão no tempo FOTO: Direitos Reservados

Mais de cinco meses depois da paragem abrupta do cinema, incluindo de todas as suas vertentes de produção, realização e exibição por força da pandemia, aí está aquela que é já considerada a primeira grande estreia da era Covid-19.

Trata-se de ‘Tenet’, o novo filme de ação e ficção científica de Christopher Nolan, que chega já esta quarta-feira às salas portuguesas e que é uma das grandes apostas para o início da retoma da indústria do cinema um pouco por todo o Mundo.

O ator John David Washington assume o papel principal nesta viagem de inversão no tempo ao penumbroso mundo da espionagem internacional, numa luta pela sobrevivência do Planeta, com o objetivo de tentar evitar a Terceira Guerra Mundial e salvar a humanidade.

Rodado em sete países diferentes, ‘Tenet’ é apresentado como "uma poderosa experiência cinematográfica com o cunho a que Nolan já nos habitou" e conta no elenco com atores como Robert Pattinson, Elizabeth Debicki, Dimple Kapadia, Aaron Taylor-Johnson, Clémence Poésy, Michael Caine e Kenneth Branagh.

A produção ficou a cargo de Emma Thomas e do próprio Christopher Nolan, que rodou o filme recorrendo a câmaras IMAX e de 70mm.

Pormenores
Orçamento milionário
‘Tenet’ é a produção mais cara com assinatura de Christopher Nolan, o realizador de ‘Batman - O Início’, ‘Homem de Aço’ ou ‘Interstellar’. A longa-metragem da Warner Bros. teve um orçamento de 190 milhões de euros.

Lucro de 400 milhões
Segundo os analistas de Hollywood, o filme poderá render perto de 400 milhões de euros em receitas de bilheteira.

Rodado em 3 continentes
Longa-metragem foi rodada na Europa (Dinamarca, Estónia, Itália, Noruega e Reino Unido), Ásia (Índia) e América (EUA).

Tenet Christopher Nolan Covid-19 artes cultura e entretenimento cinema questões sociais
Ver comentários