Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Águia de Jesus mete água nos Açores frente ao Santa Clara

Benfica escorrega após ter estado a vencer com golo de Darwin. Sporting já tem quatro pontos de vantagem.
Filipe António Ferreira 5 de Janeiro de 2021 às 08:33
Santa Clara - Benfica
Santa Clara - Benfica FOTO: Nuno Gomes
Um dia depois do previsto e após o temporal nos Açores que forçou a interrupção do jogo no domingo, o Benfica empatou esta segunda-feira com o Santa Clara e deixou fugir ainda mais o líder Sporting.

Num relvado aceitável depois do dilúvio da véspera, a equipa de Jorge Jesus entrou forte e segura. Com os dois médios Weigl e Taarabt sempre muito agressivos na procura da bola e com Rafa a esticar o jogo ofensivo, o Benfica foi empurrando o Santa Clara para o seu meio-campo. Darwin deu o primeiro sinal de aviso, numa bola em profundidade.

A variar muito bem o jogo, quer pelos flancos quer em zonas interiores, o Benfica praticamente jogou no meio-campo contrário e só em pequenas falhas é que permitia ao adversário chegar perto da área de Odysseas, que no 1º tempo não fez uma única defesa.

Já depois da meia hora de jogo surgiu o melhor lance do desafio. Fantástica combinação entre Waldschmidt, Rafa e Darwin deu o golo encarnado, com aplausos de Jorge Jesus no banco de suplentes. Praticamente logo no lance seguinte, Waldschmidt teve nos pés o 2-0 mas, em excelente posição, atirou ao lado da baliza de Marco.

Perspetivava-se uma exibição consistente da equipa de Jorge Jesus, mas tudo mudou após o descanso. Incompreensivelmente, o Benfica deixou de ter bola, primeiro porque o Santa Clara subiu linhas, depois por completa incapacidade para criar situações de perigo. A saída de Gilberto, lesionado, até pode ter contribuído para o descalabro, mas não ajuda a explicar a má segunda parte encarnada.

Daniel Ramos disse as palavras certas aos seus jogadores, que surgiram determinados em provocar dano à defesa encarnada. Fizeram-no à passagem dos 60’ e num lance de bola parada. Cryzan fez um remate/cruzamento acrobático que encontrou Fábio Cardoso, formado no Seixal, na área para o golo do empate.

Os açorianos ainda estiveram perto da vitória, mas Odysseas esteve bem perante Cryzan. O Benfica só por uma vez - repito -, só por uma vez na segunda parte esteve perto do golo e de bola parada: Weigl cabeceou para defesa de Marco, após canto da esquerda.

O Benfica voltou a perder pontos no campeonato, deixando-se igualar no 2º lugar pelo FC Porto (melhor na diferença de golos) e atrasando-se face ao líder Sporting, que tem mais quatro pontos. Segue-se o Tondela em casa na 6ª feira.
Sporting Jorge Jesus Açores Rafa Benfica Santa Clara Weigl Darwin Odysseas Waldschmidt Marco
Ver comentários