Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Basco Lazkano vencedor da etapa da Volta a Portugal em Viseu

Amaro Antunes (W 52 FC Porto) mantém a camisola amarela. Hoje é dia de subida à Torre.
Mário Pereira 1 de Outubro de 2020 às 08:16
Oier Lazkano (Caja Rural Seguros RGA) pedalou sozinho durante cerca de 40 quilómetros na etapa de ontem
Oier Lazkano (Caja Rural Seguros RGA) pedalou sozinho durante cerca de 40 quilómetros na etapa de ontem FOTO: NUNO VEIGA
O basco Oier Lazkano, da equipa Caja Rural-Seguros RGA, venceu esta quarta-feira isolado a 3ª etapa da edição especial da Volta a Portugal em bicicleta, numa ligação de 171,9 quilómetros que ligou Felgueiras a Viseu. Amaro Antunes (W52 FC Porto) mantém a camisola amarela, símbolo de líder da competição.

A etapa foi bastante movimentada, quase ao jeito de uma prova de um dia, com permanentes ataques e com pronta reação do pelotão. A estratégia das constantes escaramuças visava isolar corredores para as diversas metas intermédias, nomeadamente as que contam para as classificações da regularidade e da montanha.

Quando o terreno ficou mais plano, saiu então com sucesso do pelotão o espanhol Oier Lazkano que pedalou sozinho até à meta durante cerca de 40 quilómetros. “Foi uma etapa muito dura desde o início, com fugas sempre a serem alcançadas. Estava num grupo em que não havia entendimento e fui sozinho. Era até onde chegasse. E cheguei até à meta”, disse no final da tirada Lazkano, que tem apenas 20 anos.

Para o dia de hoje está reservada a ‘mítica’ subida à Torre, na Serra da Estrela, o ponto mais alto de Portugal continental. Na meta é esperada uma temperatura de cinco graus.
Viseu Oier Lazkano Caja Rural-Seguros RGA Felgueiras Amaro Antunes W52 FC Porto Portugal desporto ciclismo
Ver comentários