Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Benfica falha em toda a linha frente ao Belenenses

Águias falham grande penalidade e esbarram num guarda-redes Muriel que teve uma noite memorável.
Filipe António Ferreira 28 de Outubro de 2018 às 01:30
Jogadores do Benfica desiludidos com a derrota frente ao Belenenses
Jogo entre Benfica e Belenenses
Jogo entre Benfica e Belenenses
Jogo entre Benfica e Belenenses
Adeptos assobiam e mostram lenços brancos a Rui Vitória após derrota do Benfica
Adeptos assobiam e mostram lenços brancos a Rui Vitória após derrota do Benfica
Jogadores do Benfica desiludidos com a derrota frente ao Belenenses
Jogo entre Benfica e Belenenses
Jogo entre Benfica e Belenenses
Jogo entre Benfica e Belenenses
Adeptos assobiam e mostram lenços brancos a Rui Vitória após derrota do Benfica
Adeptos assobiam e mostram lenços brancos a Rui Vitória após derrota do Benfica
Jogadores do Benfica desiludidos com a derrota frente ao Belenenses
Jogo entre Benfica e Belenenses
Jogo entre Benfica e Belenenses
Jogo entre Benfica e Belenenses
Adeptos assobiam e mostram lenços brancos a Rui Vitória após derrota do Benfica
Adeptos assobiam e mostram lenços brancos a Rui Vitória após derrota do Benfica
Depois da "crueldade" em Amesterdão, novo despiste do Benfica que perdeu pela primeira vez na Liga no terreno do Belenenses. Classe de Muriel e a completa ineficácia encarnada explicam o trambolhão das águias, que falham a liderança isolada e podem cair para terceiro.

O Benfica entrou a todo o gás e até aos 20 minutos só não estava a vencer pela inoperância atacante e pela exibição gigante de Muriel. Aliás, foi depois de o brasileiro do Belenenses ter defendido o penálti marcado por Salvio que a equipa de Rui Vitória recuou, mostrou fragilidades defensivas e desatenções nada habituais até agora.

O Belenenses subiu linhas e num lance aparentemente inofensivo Licá fugiu a todos e acabou derrubado na área por Odysseas quando este seguia para... a linha lateral. Eduardo fez o que Salvio não tinha conseguido e marcou o 1-0 para a equipa de Silas.

Depois, a desorientação total das águias. Aos 42’, um buraco gigante no meio-campo permitiu a Eduardo – um dos melhores – galgar metros sem oposição para colocar em Keita, que voltou a enganar Odysseas.

O Benfica voltou do intervalo já com Jonas e de novo à procura do golo. O avançado brasileiro e Pizzi tiveram boas chances, mas de novo Muriel esteve insuperável.

Depois, o Belenenses estendeu-se no campo e jogou com a intranquilidade das águias em querer chegar rápido a um golo que tardava. Entrou Castillo, mais tarde Zivkovic, e o Benfica nunca conseguiu entrar no jogo. Apenas Rafa dava algumas sapatadas entre os encarnados desacreditados. Até final, foi mesmo o Belenenses que esteve mais perto de fazer o 3-0 do que o Benfica o 2-1.

Em Amesterdão Rui Vitória falou em crueldade após a derrota. Ontem os adeptos fizeram-se ouvir na contestação ao treinador (lenços brancos), mas também aos jogadores que tiveram uma noite para esquecer no capítulo da finalização.

Vitória contestado no final do jogo
"Adeptos têm todo o direito de se manifestarem. O benfiquista quer ganhar, o Benfica quer ganhar, mas a realidade é o que é, temos de assumir a derrota e saber lidar com o insucesso", disse Rui Vitória quando questionado sobre a contestação dos adeptos, que pediram a sua demissão no final.

O técnico disse que o Benfica perdeu porque não foi eficaz. "A bola não entrou quase que por magia. A equipa batalhou, trabalhou, mas não conseguiu marcar. A este nível paga-se caro o desperdício", vincou o treinador após a derrota por 2-0.

ANÁLISE 
Muro brasileiro na baliza
Muriel é irmão do titular do Liverpool e da seleção brasileira (Allison). Defendeu uma grande penalidade e evitou cinco ou seis golos certos do Benfica com intervenções de grandíssima qualidade.

Avançados sem golo
Seferovic, Rafa, Salvio, Jonas e Castillo. Todos jogaram e todos (à exceção do chileno, que quase não tocou na bola) falharam ocasiões mais do que suficientes para outro resultado.

Decisões difíceis
Teve uma noite com trabalho. Dúvidas na jogada antes do 2-0. Pizzi parece ser impedido de discutir lance com Eduardo. Não viu logo o penálti sobre Salvio que assinalou depois de consultar o VAR. Bem no penálti sobre Licá.
Ver comentários