Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Capello arrasa Ronaldo: "Não dribla um adversário há três anos"

Italiano diz ainda que o português "faltou ao respeito aos companheiros" por não se sentar no banco após ser substituído.
11 de Novembro de 2019 às 11:42
Cristiano Ronaldo
Momento em que Ronaldo saiu para dar lugar a Dybala, que marcou um golo
Federação russa de futebol devia salários a Fabio Capello
Capello deseja continuar a treinar a Inglaterra até 2012
Cristiano Ronaldo
Momento em que Ronaldo saiu para dar lugar a Dybala, que marcou um golo
Federação russa de futebol devia salários a Fabio Capello
Capello deseja continuar a treinar a Inglaterra até 2012
Cristiano Ronaldo
Momento em que Ronaldo saiu para dar lugar a Dybala, que marcou um golo
Federação russa de futebol devia salários a Fabio Capello
Capello deseja continuar a treinar a Inglaterra até 2012
Fabio Capello criticou a atitude de Cristiano Ronaldo, que aparentemente não gostou de ser substituído no jogo de domingo, com o Milan. Em declarações à televisão Sky, o antigo treinador da Juventus considerou que Maurizio Sarri fez bem em tirar o português do campo, acrescentando que Ronaldo faltou ao respeito aos seus companheiros.

"É um grande campeão, isso é indiscutível", começou por dizer o técnico. "Mas neste momento ele não está bem e foi correto retirá-lo do campo. Se Sarri foi corajoso? É preciso personalidade para fazer essa mudança e no final ele ganhou o jogo."

Depois, criticou a atitude do português, que terá abandonado o estádio antes do final da partida. "O facto de ele não se sentar no banco e de ter respondido mal ao Sarri não é bonito. É preciso ser-se um campeão até mesmo quando se é substituído e não apenas quando as coisas correm bem. Ele não está bem e o Dybala está em grande forma. A verdade é que o Ronaldo não dribla um adversário há três anos. Lembro-me quando ele passava pelos jogadores e os deixava lá, 'plantados'. Isso já não acontece, quem o faz agora é o Dybala e o Douglas Costa."

A finalizar, explicou o que teria dito ao português se fosse Maurizio Sarri. "Ter-lhe-ia dito que ele tem de respeitar os companheiros. E ter-lhe-ia dito que se ele saiu foi porque eu estava a tentar ganhar o jogo."

Recorde-se que Cristiano Ronaldo tinha sido também substituído na partida anterior, com o Lokomotiv Moscovo, na Liga dos Campeõs, tendo reagido de forma semelhante.
Juventus Fabio Capello Maurizio Sarri Cristiano Ronaldo Milan Sky desporto Dybala futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)