Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Cavaleiro francês morre em prova portuguesa

O cavaleiro francês Bruno Bouvier, de 60 anos, morreu no sábado após uma queda na prova de cross-country que se disputa na Barroca d'Alva, em Alcochete, disse à agência Lusa fonte oficial da Federação Equestre Internacional (FEI).
3 de Março de 2013 às 16:04

"Bruno Bouvier sofreu um acidente fatal cerca das 15h30 de sábado, quando competia na prova CIC 2*, na Barroca d'Alva. Teve uma queda em rotação na cerca número cinco, da qual resultaram ferimentos fatais. O cavalo não sofreu ferimentos", disse fonte oficial da FEI.

Segundo a mesma fonte, a prova foi suspensa no sábado, mas foi retomada este domingo, como forma de homenagear o experiente cavaleiro francês, de 60 anos, que montava o cavalo Arcilloso III, de 10 anos.

"Tanto cavaleiro como o cavalo eram muito experientes. A prova foi suspensa no sábado, mas, após contactos com os cavaleiros e equipa francesa, foi decidido continuar, como forma de homenagem ao muito querido Bruno Bouvier. A prova de cross-country foi concluída hoje de manhã sem problemas e de tarde vai decorrer a prova de obstáculos", referiu.

O diretor do evento, Nicholas Hart, e o presidente do júri, José Mexia de Almeida, lamentaram, em comunicado, o acidente.

"Em nome de todo o mundo do desporto, nós gostaríamos de estender a nossa mais profunda simpatia à família de Bruno Bouvier e a todos os seus amigos no mundo equestre", refere o documento. Segundo a FEI, já foi lançado um inquérito policial ao acidente.

Bruno Bouvier cavaleiro queda prova morreu Barroca d'Alva
Ver comentários