Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Contas da SAD do Sporting revelam maior passivo na história da sociedade

Relatório e contas de 2018/2019 mostram números preocupantes para Frederico Varandas.
Filipe António Ferreira 11 de Setembro de 2019 às 01:30
Frederico Varandas
Frederico Varandas
Frederico Varandas
As contas apresentadas pela SAD do Sporting revelam o maior passivo da história da sociedade que gere o futebol, no valor de 324,79 milhões de euros.

Os últimos dez exercícios mostram um crescimento gradual do passivo só quebrado em dois relatórios e contas: 2014/2015 e 2016/2017. Por sua vez, e sem contar com as duas épocas referidas, o ativo tem sido sempre menor, o que deixa a SAD em "falência técnica".

Frederico Varandas tem em mãos um crescimento do passivo para números nunca antes vistos em Alvalade. Nas contas enviadas à CMVM, o resultado anual da SAD, face ao anterior período homólogo, também não é animador: 7,87 milhões de euros de prejuízo. Ainda assim menor do que em 2017/2018 (19,9 milhões negativos).

O melhor registo da SAD leonina nestes últimos anos é referente à época 2016/2017 quando Bruno de Carvalho era presidente. Apesar de o passivo ascender aos 310 milhões, o ativo era superior (316,49).

Nessa época, e sob a orientação de Jorge Jesus, a direção de então foi buscar o avançado Bas Dost e o médio Bruno Fernandes, precisamente o ativo mais valioso do atual plantel do Sporting. Nesse ano, a SAD apresentou também lucros superiores aos 30,5 milhões de euros.

O atual passivo não integra os 143 milhões de euros das VMOC (Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis).

Se o Sporting não pagar aos bancos, este valor será automaticamente convertido em capital da SAD que ficará, se não houver pagamento, na posse da Banca.

Comparando os passivos com Benfica e FC Porto (ainda não revelaram as contas anuais), os leões têm um valor inferior. A SAD do FC Porto é quem tem o maior passivo, com 397,41 milhões, enquanto o do Benfica é 367,59 (valores referentes ao 1º semestre de 2018/2019).

Pormenores
Imparidades
O Sporting diz que se não fossem as imparidades com "Alan Ruiz, Castaignos, Misic, André Pinto, Montero e Bruno Gaspar o resultado líquido do exercício era positivo em 0,7 milhões".

Dívidas a empresários
No relatório e contas constam dívidas da SAD a empresários no valor de 15 milhões de euros, mais 22,35 milhões relativos à compra de jogadores.

‘Naming’ do estádio
Salgado Zenha admite a negociação do ‘naming’ do estádio, do pavilhão e da Academia do Sporting e reconheceu ser difícil a centralização dos direitos de televisivos.

Mudanças na SAD
Maria Sancho e Catarina Cunha rendem Telmo Santos e Luís Durão, elementos que renunciaram ao conselho fiscal da SAD. Esta mudança tem que ver com o cumprimento da Lei 62/2017 (equilíbrio de género).

Real Madrid mantém porta aberta a Bruno
Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, admitiu que Bruno Fernandes é um dos jogadores que os merengues seguem de perto e abriu mesmo a porta à contratação do capitão do Sporting "no próximo ano".

"Estamos a trabalhar para trazermos grandes jogadores no futuro", disse o dirigente.

"Administradores rivais ganham mais"
"Os administradores dos nossos rivais ganham mais do que nós", disse esta terça-feira Francisco Salgado Zenha, administrador da SAD, à Lusa.

Em causa o aumento de salários de Frederico Varandas (182 mil euros anuais brutos) e restantes administradores (131 mil) que vai ser proposto.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)