Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Cristiano Ronaldo a caminho do pleno em Itália, repetindo Inglaterra e Espanha

Depois de nove anos pelos 'merengues', Ronaldo 'virou-se' para Itália e, aos 35 anos, está muito perto de conseguir mais um registo ímpar no futebol... apenas mais um.
Lusa 15 de Junho de 2020 às 08:59
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
O futebolista internacional português Cristiano Ronaldo pode completar na quarta-feira o pleno de conquistas internas em Itália, repetindo o que fez em Inglaterra e Espanha, caso a Juventus supere o Nápoles na final da 'Coppa', em Roma.

Após vencer tudo em Inglaterra, com três triunfos na 'Premier League', um na Taça de Inglaterra, outra na Supertaça e dois na Taça da Liga, pelo Manchester United (2003/09), e Espanha, onde 'bisou' na 'La Liga', Taça do Rei e Supertaça, pelo Real Madrid (2009/18), Ronaldo tem a hipótese de repetir o feito em Itália

Em 2018/19, na primeira época ao serviço da Juventus, o jogador luso ganhou a 'Serie A' e a Supertaça e, na presente temporada, tem a prova que lhe falta a um triunfo, frente aos napolitanos, numa final à porta fechada, devido à pandemia de covid-19.

Na edição transata, Ronaldo não conseguiu evitar a queda da 'Juve' nos quartos de final da Taça de Itália, fase em que foi batida de forma clara no reduto da Atalanta, que ganhou por 3-0 e acabou por chegar à final, perdida para a Lazio (0-2).

Desta vez, a Juventus qualificou-se, na sexta-feira, para a final, apesar de o internacional luso ter desperdiçado uma grande penalidade, já que o empate 0-0 foi suficiente, após o 1-1 de Milão, onde Ronaldo marcou, de penálti, aos 90 minutos.

O futebolista luso está, assim, a um 'passo' de completar o pleno de prova internas em Itália, depois de uma primeira época em que contribuiu com 21 golos para o triunfo na 'Serie A' e apontou o tento que valeu a vitória na Supertaça, frente ao AC Milan (1-0 a 16 de janeiro de 2019, na Arábia Saudita).

Se o conseguir, Cristiano Ronaldo repete o que também alcançou em Inglaterra, nas seis épocas ao serviço do Manchester United, de 2003/04 a 2008/09, e em Espanha, em nove temporadas pelo Real Madrid, que representou de 2009/10 a 2017/18.

Em Inglaterra, o jogador luso arrebatou a famosa 'FA Cup' logo na primeira temporada (2003/04), a Taça da Liga inglesa na terceira (2005/06), a 'Premier League' na quarta (2006/07) e a Supertaça inglesa na quinta (2007/08).

Nas duas últimas épocas pelos 'red devils', ganhou ainda mais dois campeonatos e outra Taça da Liga inglesa. 'Fora de portas', arrebatou ainda a Liga dos Campeões, em 2007/08, e o Mundial de Clubes, em 2008/09.

Seguiram-se nove anos no Real Madrid, sendo que bastaram quatro para fazer o pleno: depois de ficar em 'branco' na primeira (2008/09), ganhou a Taça do Rei na segunda (2009/10), 'La Liga' na terceira (2010/11) e a Supertaça na quarta (2012/13), estas três conquistas comandado pelo compatriota José Mourinho.

Nas últimas cinco temporadas pelos 'merengues', Ronaldo ganhou mais um campeonato espanhol, uma Taça do Rei e uma Supertaça.

Muito mais importante, foi o resto: quatro vitórias na 'Champions', mais três no Mundial de Clubes e duas na Supertaça Europeia, e o estatuto de melhor marcador do 'maior' clube do Mundo, com o impressionante registo de 451 golos em 438 jogos.

Depois de nove anos pelos 'merengues', Ronaldo 'virou-se' para Itália e, aos 35 anos, está muito perto de conseguir mais um registo ímpar no futebol... apenas mais um.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)