Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Dragão fica a um ponto de ser campeão e festejos já se avizinham

Noite foi também marcada por atitude de Marega que queria bater dos 11 metros mas não o deixaram. Amuou, não celebrou e não jogou até ao final.
Sérgio Pereira Cardoso 10 de Julho de 2020 às 01:30
Dezenas de adeptos recebem em euforia autocarro do FC Porto no Estádio do Dragão
Tondela vs. FC Porto
Tondela vs. FC Porto
Tondela vs. FC Porto
Dezenas de adeptos recebem em euforia autocarro do FC Porto no Estádio do Dragão
Tondela vs. FC Porto
Tondela vs. FC Porto
Tondela vs. FC Porto
Dezenas de adeptos recebem em euforia autocarro do FC Porto no Estádio do Dragão
Tondela vs. FC Porto
Tondela vs. FC Porto
Tondela vs. FC Porto
Está perto, tão perto. O FC Porto sofreu, mas saiu vitorioso de Tondela, ficando agora a um ponto do título. Depois de uma primeira parte sem chama, os dragões resolveram tudo na segunda. Estocada decisiva foi de penálti - só que não deixaram Marega bater e o maliano amuou e desistiu de jogar. Depois, pediu desculpa e tudo acabou bem. Poderia ter acabado melhor, mas o Benfica pontuou. A festa portista é mesmo uma questão de tempo.

O calor que se sentia à hora do jogo parece ter afetado sobremaneira os intervenientes durante uma metade inicial de inércia. Principais interessados em mudar o resultado, os dragões começaram por reclamar um pretenso penálti (6’) sobre Manafá e tiveram uma única chance de golo, aos 12’, com Corona a servir Marega, mas a cabeçada a ser parada, a dois tempos, por Babacar Niasse.
E, na verdade, pouco mais há a contar até ao intervalo em termos de impacto a curto prazo. É que Sérgio Oliveira saiu lesionado - entrou Danilo - e vai falhar o Sporting, a
juntar aos amarelados castigados.

Em resumo, o nulo ao descanso é como o algodão - não engana. Faltava ver se o FC Porto voltava a encontrar solução para o problema na segunda. E encontrou. Em dois minutos. Pontapé de canto e golo! Danilo, o capitão, ganhou nas alturas a um desamparado guarda-redes tondelense. Mais um tento de bola parada (o tal quinto momento em que Conceição lembra Jorge Jesus), mais uma assistência de Alex Telles.

O mais difícil estava feito. Até porque já se sabe como funcionam os dragões no toca a reunir, de faca nos dentes. E, com mais espaço, adivinhava-se o que chegou aos 64’. Marega recuperou a bola e lançou o próprio contra-ataque que viria a finalizar. Corona colocou o maliano - 12 centímetros em jogo - na cara de Niasse. O remate saiu certeiro. Pedra sobre o assunto? Parecia, mas não. Uribe entrou de forma desnecessária sobre um adversário. Penálti e Ronan a fazer o 1-2.

A partir daí, foi sofrer a bom sofrer e até Leite entrou para cimentar a defesa. Aos 87’, os corações portistas pararam com um remate e um desvio de Marchesín a levar a bola a passar a centímetros do poste. Nos descontos, penálti sobre Marega, que fez birra ao ver Fábio Vieira marcar o 1-3. Dragão à campeão. Falta um pequeno ponto para ser oficial.

"Campeonato decidido? Isto ainda não acabou"
"Dependemos do nosso trabalho e vitórias. Obviamente que vou olhar para o jogo [do Benfica em Famalicão]. Campeonato decidido? Isto ainda não acabou", afirmou ontem Sérgio Conceição na entrevista rápida após o jogo, dando conta das baixas que a equipa terá já na próxima jornada, na quarta-feira, frente ao Sporting: "Temos alguns jogadores de fora [Corona e Uribe estão castigados]. Sérgio Oliveira parece que tem uma lesão muscular e não deve jogar mais esta época".

O treinador do FC Porto não fugiu à pergunta sobre a insatisfação de Marega por não ter batido o penálti, deixando uma garantia: "É um tema que se resolve em família. Marega é um grandíssimo profissional, trabalha muito. Um momento menos bom de um jogador e é tudo falado, não é a primeira, nem será a última. O treinador tem de falar com todos no final do jogo. Está tudo resolvido entre os dois".

Sobre a mudança da atitude da equipa da primeira para a segunda parte, algo visto várias vezes ao longo da época, Sérgio Conceição deu uma explicação: "Estou cá para falar no balneário e para corrigir aquilo que não está a ser feito, mas penso que tem a ver com aquilo que os jogadores percebem do que está a acontecer no jogo. Com o decorrer do tempo conseguimos corrigir alguns erros".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)